Jogos do Poder (Charlie Wilson’s War. 2007)

jogosdopoder2.jpg

Três destinos que se uniram para ajudar um povo. Um Congressista (Tom Hanks), cuja fama não era das melhores. Uma ricaça (Julia Roberts) do Texas, com muitas influências/amigos em diversos segmentos mundiais. E um agente da CIA (Seymour Hoffman), que fora preterido para uma missão o qual se empenhara tanto por – oficialmente por não ter uma postura diplomática -, mas na verdade por ser filho de imigrantes.

Aos três parece que o destino conspirou a favor nessa missão. Pois mesmo estando numa hidro com strippers, reconhecendo um jornalista numa reportagem pela tv – ele lá no Afeganistão -, acende algo nele. Eis que ao chegar no Congresso fica ciente que fora designado para o comitê que responde por uma grana “invisível” para o “tio-sam-protetor-do-mundo“. Ele é o Deputado Republicano Charlie Wilson. Alguém que não dorme no ponto.

Outra que também tem olhos e ouvidos atentos é a Joanne Herring. Já ciente da nova “invisibilidade” nas mãos do Congressista faz contato com ele. E já com uma entrevista marcada para ele com o presidente do Paquistão.

Após ver o que viu numa fronteira do Paquistão com o Afeganistão, Charlie decide comprar aquela guerra. E nesse engajamento é “presenteado” com Gust Avrakotos. Gust é outro que também tem muita presença de espírito.

Aqueles que leram o livro “O Caçador de Pipas” tiveram um refresco na memória por mostrar um pouco da invasão russa no Afeganistão. Em “Jogos do Poder” temos como os russos foram expulsos de lá. Agora, lembrando que cada um conta a história do seu jeito.

Seymour, dá um show! Hanks, também está bem no papel! Mas a Julia, a sua personagem não fluiu naturalmente.

A trilha sonora é ótima! Já iniciando com o vozeirão, que eu adoro, do Barry White.

Estas coisas aconteceram; foram gloriosas; mudaram o mundo… e nós fuck eles no final do jogo.

Gostei!

Por: Valéria Miguez (LELLA).

Jogos do Poder (Charlie Wilson’s War. 2007). EUA. Direção: Mike Nichols. Com: Tom Hanks, Philip Seymour Hoffman, Julia Roberts, Amy Adams. Gênero: Comédia; Drama; Guerra. Duração: 97 minutos. Classificação: 14 anos.

Anúncios

6 comentários em “Jogos do Poder (Charlie Wilson’s War. 2007)

  1. Curiosidade:
    O filme sofreu mudanças no script. O roteiro do longa teve algumas partes reescritas porque Joanne Herring, de 78 anos, interpretada na história por Julia Roberts, as revindicou.
    O longa conta sobre os papéis do ex-senador Charlie Wilson – interpretado por Hanks – e de sua ex-noiva Joanne Herring – a reclamante – em ajudar o Afeganistão no conflito com a União Soviética na década de 80.
    Joanne se sentiu ofendida porque o roteiro os culpou pelos ataques terroristas de 11 de setembro de 2001.
    O primeiro script dizia que as armas vendidas por eles ao exército afegão teriam sido as usadas no atentado da rede terrorista Al Qaeda, de Osama Bin Laden.
    Na première de “Jogos do Poder”, a senhora de 78 anos, se sentiu vitoriosa com as mudanças finais.
    (Fonte: Cinema com Rapadura)

    Curtir

  2. Pingback: Com os Filmes, um Tour pelo Oriente Médio | Nossa Via: O conteúdo passa por aqui!

Seu comentário é importante para nós! Participe! Ele nos inspiram, também!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s