Em Nome da Honra (Catch a Fire. 2006)

catch-a-fire-7.jpg

Até onde alguém suporta uma tortura? Qual o limite da resistência? A dor física ou ver a quem amamos ser torturado? Onde dói mais? E aquele que tortura, quando ouve algo assim: “O que seus filhos terão para contar de ti?” É, e o filme traz isso também: Quem é a caça, quem é o caçador?

Uma história real de alguém que fora levado a fazer a diferença entre os seus.

O primeiro levava a vida como um pacato cidadão. Mas cidadão, um negro na África do Sul e ainda sob o regime do apartheid? É, ele bem que tentou ficar de fora da política local. Além do seu trabalho numa Refinaria, era instrutor de futebol para adolescentes. Um jeito de contribuir para que elas praticassem esporte. Casado, pai de duas meninas; e de um garoto fora do casamento.

Na outra ponta, um policial branco. Casado, pai também de duas meninas. Que ensina a elas a usarem armas de fogo. Para se defenderem deles, dos negros.

E após uma explosão na refinaria, a vida desses dois se cruza e…

Um filme válido até como uma aula de História. Mas que também prende pela atuação dos dois atores. Eles dão um show!

Nota: 09.

Por: Valéria Miguez (LELLA).

Em Nome da Honra (Catch a Fire). 2006. África do Sul. Direção: Phillip Noyce. Com: Tim Robbins, Derek Luke. Gênero: Biografia, Drama, História, Suspense. Duração: 101 minutos.

Anúncios

Seu comentário é importante para nós! Participe! Ele nos inspiram, também!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s