Dançando no Escuro (Dancer in the Darker. 2000)

dancer_in_the_dark21.jpg

Após assistir esse filme fiquei pensando em como escreveria para motivar a outras pessoas para que o vissem também. Porque eu gostei! Daí veio uma dúvida: e para aqueles que não gostam de musical, como dizer a eles? Bem, para quem passa longe de filmes que não sejam de ação ou suspense, muito embora sempre tenha uma primeira vez, não sei se serei capaz de demovê-los dessa idéia. Sorry!

Agora, para quem apenas torça o nariz, creiam as músicas fazem parte do imaginário da protagonista. Um jeito que ela encontrou de dar um “colorido” a sua vida. Que até poderia ser como uma válvula de escape, mas que para alguém que sabe, desde criança, que seu futuro será de escuridão (ficará cega) essas fantasias ganham um outro peso. Um trechinho, para ilustrar:

Eu vi o que escolhi ver. Vi o que precisava ver… / Você já viu tudo isso. Sempre pode rever. Na telinha da sua mente

Mas não fica apenas nisso. Mesmo sabendo que um filho teria o mesmo destino, ela o trouxe ao mundo. E mais do que o amor maternal, veio junto um sentimento de culpa. E por ele, um drama maior Mais uma vez, “viver um musical” lhe veio como consolo.

Você só fez o que foi preciso“. Será? É uma pergunta que me fiz.

O porque desses escapismos nos musicais? Ela amava os musicais (filmes) americanos desde criança. Dizia que a penúltima música já a avisava que o final estaria próximo. A partir daí, resolveu sair dos filmes nesse momento. Por desejar fazer um outro final, mais alegre, mais colorido, mais claro. “Dizem que é a última canção, mas eles não nos conhecem, só será a última canção se deixarmos que seja.

E para o filho que ela tanto quis: “O tempo que leva para uma lágrima cair, é o tempo que basta para se perdoar. Perdoe-me!

É! Como diz uma de nossas canções: “cada um sabe a dor e a delícia de ser o que é“…

Eu recomendo! Nota: 09.

Por: Valéria Miguez (LELLA).

Dançando no Escuro (Dancer in the Darker). França. 2000. Direção e Roteiro: Lars Von Trier. Com: Björk, Catherine Deneuve, David Morse, Peter Stormare, Joel Grey, Cara Seymour. Gênero: Drama, Musical. Duração: 140 minutos.

Anúncios

5 comentários em “Dançando no Escuro (Dancer in the Darker. 2000)

  1. Pois é! Ele é tão diferente que até poderia ter sido contado sem ser um Musical. Até por abordar a forte discriminação por imigrantes. Mas ai seria uma outra história, não mais dessa mulher, uma mãe que o sentimento de culpa lhe pesou.

    Renato, bem-vindo ao Blog!
    Beijo grande,

    Curtir

  2. As pessoas podem gostar ou detestar, mas, independente disso, somos tocados por esse filme. É impossível assisti-lo e permanecer apático. “Dançando no escuro” é um excelente filme, bastante diferente da fórmula hollywoodiana clássica.

    Bom para alguns, ruim para outros e perturbador para todos. Se você tem um paladar agridoce, gosta de contrastar o doce com o amargo, esse é um bom filme para se apreciar.

    Acomode-se em seu travesseiro favorito, com seu melhor vinho e uma pitada de melancolia com agonia. Apague a luz e divirta-se.

    Curtir

  3. Oi Lella!
    Apesar de não curtir muito o gênero musical, eu amo este filme inteiro, eu o considero o melhor do Lars von Trier .
    É um show de lágrimas, realmente comovente até a tampa!
    Esplêndida a interpretação da Selma Jezkova, bravo!
    Um outro filme que gosto muito e que fala do tema imigrantes, é o suspense Coisas Belas e Sujas com o mimo de covinhas – Audrey Tautou.
    Beijo e parabéns pela bela resenha!

    Curtir

    • Menina!

      Eu vi o ‘Coisas Belas e Sujas’ num Corujão. Eu gostei. Mas achei que a Tautou não correspondeu a nacionalidade da personagem. Se fosse outra, ai sim.
      Mas… pode ser por conta do sono… ou, pela dublagem.
      Vou listar para rever, mas em som original.

      E, ‘Dançando no Escuro’ me surpreendeu porque tinha lido críticas negativas.

      Beijo,

      Curtir

Seu comentário é importante para nós! Participe! Ele nos inspiram, também!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s