VOLVER (2006)

volver_almodovarAlmodóvar trouxe nesse filme, Volver, o que a falta de um diálogo pode ocasionar.

Pois vejamos o que temos nesse filme. Em destaque: três gerações de mulheres, aparentemente dominadoras; mesmo exarcebando até um jeito bem feminino em cumprimentar. O filme faz uma análise crua do sentimento familiar e de cada um dentro desse núcleo. O que está por trás de cada decisão tomada. Mas que se for feita sem contar aos outros pode ressuscitar dúvidas, julgamentos, cobranças… Afinal, bem ou mal, estão todos ligados por laços familiares. E numa família também há os diferentes, quem se comporte de modo reprovável…

Seja quais forem as intenções, elas devem ser compartilhadas. E que julgamentos sem ouvir o outro lado não é algo certo a se fazer.

Volver” também mostra que alguns terão que lutar com seus moinhos de ventos; seus dragões; suas expiações… E cada um tem jeito próprio de vivenciar tudo isso.

O que pesou mais nessa convivência, foi sim a falta de diálogo entre elas.

Ocultar, ou melhor, apenas enterrar, não faz com que esqueçamos de algo. Os fantasmas um dia podem aparecer e… Lembraria aqui de uma frase de Jung: “O que não enfrentamos em nós mesmos, encontramos como destino.

Por um outro lado, o ficar mostrando (os túmulos), fica parecendo idolatria ao ego.

Por último, o que não ficou bem resolvido “voltou”. E aí??? E aí, ao revolver esse passado, o melhor é ter consciência do que fez, ou falou, mas sobretudo, é ter consciência de seguir em frente. Se possível, com uma carga a menos.

Eu gostei do filme! E não entendi o porque de tantas críticas contrárias a Volver. Menos ainda, quando ficam numa de comparar filmes do mesmo Diretor. Creio que em cada um, ele quer dizer algo diferente. Excetuando, claro, quando trata-se de uma seqüência. Ou quando o Diretor diz que é como uma Trilogia; ex: Iñárritu com: Amores Brutos, 21 Gramas, Babel. Aliás, esses três filmes do Iñárritu também aborda a comunicação; as conseqüências dela quando não há entendimentos.

Cenários e trilha sonora, assim como atuação dos atores, excelente.

Nota: 09.

Por: Valéria Miguez (LELLA).

VOLVER. 2006. Espanha. Direção e Roteiro: Pedro Almodóvar. Com: Penélope Cruz, Carmen Maura, Lola Dueñas, Chus Lampreave, Billy West, Maurice LaMarche, Yohana Cobo, Mary Tyler Moore. Gênero: Comédia, Drama. Duração: 121 minutos. Classificação: 14 anos.

Anúncios

Seu comentário é importante para nós! Participe! Ele nos inspiram, também!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s