Paris, eu te amo (Paris, je t’aime. 2006)

paris-je-t-aime2.jpg

Instantâneos de ilustres moradores se entrelaçando com anônimos numa Paris que não dorme. Nos convidando a conhecê-los!?? Gente que vive, trabalha, passeia. Com amor ou por um amor. Numa Paris que por ora uma metróple, noutras, a poucos passos surge como uma bucólica vila.

Gente que vivem uma paixão. Que sonha com um amor. Um amor que pode de repente cair aos seus pés. Ou por um que partiu para sempre. Um que fica esperando pela hora do reencontro – aquele olhar perdido da baby-sitter enquanto acalentava o bebê da patroa, arrepiou! Como também o tremor das mãos da para-médica segurando os cafés.

Nessa Paris que alucina até na visão de um casaco vermelho. Vermelho do sangue que corre nas veias. Ou mesmo como uma doce canção. Uma Paris multi-colorida. Quer seja durante o dia, quer seja à noite, ela pulsa em tons ora vibrantes, ora melancólicos, mas que reflete a luz do coração dessa gente. O episódio com os vampiros me fizeram lembrar dos livros da Anne Rice.

Onde os sentimentos, os medos, os anseios, as tristezas… ressurgem liberando a todos para um novo amanhecer. Para brindar o amor a vida. E como diz a canção “dançar com a música“. Pois a vida continua.

Amei o filme! Nota: 10.

Por: Valéria Miguez (LELLA).

Paris, eu te amo (Paris, je t’aime). 2006. França. 21 Curtas sobre a cidade de Paris. Gênero: Drama, Romance. Duração: 120 minutos. Elenco: Steve Buscemi, Miranda Richardson, Juliette Binoche, Willem Dafoe, Nick Nolte, Maggie Gyllenhaal, Bob Hoskins, Wes Craven, Emily Mortimer, Elijah Wood, Alexander Payne, Natalie Portman, Gérard Depardieu, Gena Rowlands, Catalina Sandino Moreno.

Diretores:
Olivier Assayas (segment “Quartier des Enfants Rouges”);
Frédéric Auburtin (“Quartier Latin”);
Gurinder Chadha (“Quais de Seine”);
Sylvain Chomet (“Tour Eiffel”);
Ethan Coen & Joel Coen (“Tuileries”);
Isabel Coixet (“Bastille”);
Wes Craven (“Père-Lachaise”);
Alfonso Cuarón (“Parc Monceau”);
Gérard Depardieu (“Quartier Latin”);
Christopher Doyle (“Porte de Choisy”);
Richard LaGravenese (“Pigalle”);
Vincenzo Natali (“Quartier de la Madeleine”);
Alexander Payne (“14th arrondissement”);
Bruno Podalydès (“Montmartre”);
Walter Salles (“Loin du 16ème”);
Oliver Schmitz (“Place des Fêtes”);
Nobuhiro Suwa (“Place des Victoires”);
Daniela Thomas (“Loin du 16ème”);
Tom Tykwer (“Faubourg Saint-Denis”);
Gus Van Sant (“Le Marais”).
Anúncios

Um comentário em “Paris, eu te amo (Paris, je t’aime. 2006)

Seu comentário é importante para nós! Participe! Ele nos inspiram, também!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s