As Canções de Amor (Les Chansons d’Amour. 2007)

Ama-me menos,
mas ama-me por muito tempo.

Sensacional! De querer rever outra vez tão logo termina o filme. De uma maturidade com a naturalidade como mostram as relações homo, bi. Algo louvável nos dias de hoje onde um beijo na boca de um casal homossexual nas novelas da televisão ainda escandaliza. E o filme mostra um pouco disso numa conversa entre mãe e filha. Até por essa mãe pedir a irmã que saia do aposento. Confesso que na hora pensei: “O que é isso, mulher? Deixe a outra participar. Está com receio de que?

As canções do filme estão tão bem encaixadas que mais parecem diálogos. E até o são! Os personagens ao interpretá-las interagem cada um com o seu texto. Elas são lindas, e por traduzirem momentos especiais fica difícil em eleger a melhor. Há as que nos levam a sorrir, há as que fazem nossos olhos brilhar de emoção.

O filme é dividido em três atos – a partida, a ausência e o recomeço. Três fases distintas na vida de um jovem, Ismael (Louis Garrel). Na primeira, a perda de um grande amor. O pior é que a relação já estava se esvaecendo por conta do trabalho e por ela trazer mais uma pessoa para a cama. Talvez por achar que isso traria mais calor a relação. Ou por ela trabalhar ao lado de Ismael. Por ciúmes, insegurança, expectativas, cobranças… Mas não houve tempo de lhe mostrar que era só dela, o seu amor. Ela se foi…

O Ismael é muito carismático. Todos o adoram. Inclusive a família dela gosta muito dele. E é super paparicado pelas mulheres. Ele tenta levar a vida adiante. Até que surge alguém em sua vida. Que entende, que o aceita do jeito que se encontra nesse momento. Que além de tudo sabe esperar.

Como falei, esse é um musical nota máxima! Eu adorei!

Por: Valéria Miguez (LELLA)

As Canções de Amor (Les Chansons d’Amour). 2007. França. Direção: Christophe Honoré. Elenco: Louis Garrel, Ludivine Sagnier, Clotilde Hesme, Grégoire Leprince-Ringuet, Chiara Mastroianni, Jean-Marie Winling, Brigitte Roän. Gênero: Drama, Musical, Romance. Duração: 100 minutos.

Anúncios

40 comentários em “As Canções de Amor (Les Chansons d’Amour. 2007)

  1. Soundtrack: Les Chansons d’Amour

    01. De bonnes raisons Louis Garrel, Ludivine Sagnier
    02. Inventaire Louis Garrel, Ludivine Sagnier
    03. La Bastille Ludivine Sagnier, Jean Marie Wilning
    04. Je n’aime que toi Louis Garrel, Ludivine Sagnier, Clotilde Hesme
    05. Brooklyn Bridge Alex Beaupain
    06. Delta Charlie Delta Louis Garrel
    07. Il faut se taire Louis Garrel, Clotilde Hesme
    08. As-tu déjà aimé Louis Garrel, Grégoire Leprince-Ringuet
    09. Les yeux au ciel Louis Garrel
    10. La distance Louis Garrel, Grégoire Leprince-Ringuet
    11. Ma memoire sale Louis Garrel
    12. Au parc Chiara Mastroianni
    13. Pourquoi viens-tu si tard Ludivine Sagnier
    14. J’ai cru entendre Louis Garrel, Grégoire Leprince-Ringuet

    No link tem como ouvir um trechinho de cada:
    http://www.amazon.com/Chansons-dAmour-Original-Soundtrack/dp/B000PHWD26

    Curtir

  2. Estava futucando na rede a procura de informações sobre esse filme magnífico e encontrei seu comentário…
    Parabéns pela iniciativa…é muito legal perceber que os bons trabalhos estão sendo devidamente divulgados e discutidos!

    🙂

    Curtido por 1 pessoa

    • Olá querida Leila!
      Achei seu blog hoje procurando por Querelle e confesso que seu jeito de escrever me encantou muito.Suas opiniões são verdadeiras e tem uma leveza excepcional.Continue assim,e se puder me mande um email pra mantermos contato.Gosto muito de escrever uns poeminhas e uns contos e se quiser podemos trocar figurinhas!!Rsrsrs
      Abraços!
      momquaresma26@hotmail.com

      Curtir

      • Olá Rhamon!

        Grata! Esse filme é muito lindo!

        Sobre poesias… Eu sou mais da prosa. Minha fase poética ficou lá no passado, na adolescência 🙂

        Troquemos impressões sobre filmes e por aqui.

        Saudações cinéfilas,

        Curtir

  3. Poxa tenho procurado muito sobre este filme e tenho encontrado pouca coisa a respeito, queria saber se o dvd foi lanaçdo no Brasil,você tem essa informação?
    abraços

    Curtir

  4. Lella como o Cesar Jr estava fuçando na net e vi o seu blog. Primeiro parabéns pela iniciativa, adorei o blog.

    Não sei se ajuda a informação, no RJ esse filme entrará em cartaz na rede Odeon/Petrobrás, acho que em SP também mas ainda não estreou pelo o que me falaram

    Abraços

    Curtir

  5. Oi Leandro!

    Grata, também por trazer informações!

    Eu fico feliz quando alguns filmes saem das amostras, festivais… e entram nos circuitos. Ou, conseguem espaço. Até por não o terem como comerciais.

    Fica uma esperança de que está havendo mudanças nos donos das salas de exibições.

    Mais uma vez, grata! E volte mais vezes!

    Beijo grande,

    Curtir

  6. Oi Lella,
    O que posso dizer é que Christophe Honoré faz filmes que doem em lugares que as vezes gostaria de não lembrar…
    Confesso que minha identificação foi maior com Dans Paris… mas Les Chansons d’amour merece a nota que deste… foi impossível não sucumbir a algumas canções…
    abraços e parabéns pelo blog…

    Curtir

  7. Oi Ellen!

    São temáticas diferentes. Mas cumprem as suas mensagens. Eu também escrevi sobre ‘Dans Paris’.

    Grata, também por deixar sua impressão do filme!
    Volte mais vezes,

    Beijo grande,

    Curtir

  8. Oi Rodrigo,

    depois que assistir, volte para contar o que achou. Eu não assisti os que citou. Querendo compartilhar seus textos, serão bem-vindos!

    E vou lá sim, no seu blog.

    Beijo grande,

    Curtir

  9. O filme é muito bom!
    Um excelente exemplar do cinema contemporâneo francês, paradigma de inovação e inventividade artística.

    Garrel atua muito bem e confere um ar inconstante ao filme, bem como a direção pouco convencional e supreendente de Honoré garantem uma expressão artística que põem em contestação antigos e consagrados modelos acadêmicos de direção.

    Apesar de ser um musical, As canções do amor trazem muito mais do que melodias sensíveis, rimas bem delineadas e teatralidade. Uma renovação da técnica de construção de musicais.

    O filme não será introduzido no circuito comercial de cinema. Portanto, quem não viu busque as fundações de cinema de arte ou as melhores locadoras…Os sites de e-bay servem também!!!

    Um filme para degustar avec plasir!!!!

    Abraços!!!

    Curtir

  10. Oi,
    Adorei esse filme, vi tres vezes, duas foram em seguida.

    Eu to procurando a ultima musica dele. A que toca quando passam os créditos, será que nao está na trilha ?

    Obrigado!

    Curtir

  11. Pessoal, quero ver mais filmes nesta linhagem, alguém pode indicar ai alguns ?

    E quanto a trilha sonora (que é muito bonita) eu não estou conseguindo baixa-la também não. Mas se caso conseguir volto a postar aqui.

    Abraços.

    Curtir

  12. Esse filme esteve na programação da Virada Cultural 2009! As músicas são lindas; o filme contagiante!
    Lella, parabéns pela crítica.
    Abraços,
    Gabi

    Curtir

  13. muito interessante musical romantico

    gostaria de saber onde podemos encontar o filme aqui no brasil
    e depreferencia legendado .rsss

    bom juor a todos

    Curtir

  14. Oi Gilmar,

    creio que o dvd dele ainda não chegou no Brasil. E como foge do circuito comercial, terá que procurar num Evento Especial.

    É pena! Porque o filme é excelente!

    Beijos,

    Curtir

  15. Um tio me pediu para procurar essa trilha, e eu sou perito nisso.

    Não sei a situação das músicas pois tô baixando agora.

    —————-
    Comentário reeditado pela administração do site.

    Estevão, por conta de um tal projeto de lei… estou retirando certos links.
    Até porque também, esse blog é para comentar os filmes.

    Valéria Miguez (LELLA).

    Curtir

  16. Pingback: Canções de Amor | Biosfera MS

  17. Lella, boa noite.

    Acabei de assistir esse filme na TV Cultura e estou extasiado. Sempre fui fã do cinema francês mas confesso que com essa temática, nenhum outro havia chamado tanto minha atenção; sem contar a trilha sonora que encaixa perfeitamente nos diálogos.

    Parabéns pelo blog e principalmente pela crítica.

    Curtir

  18. Estou fazendo um backup dos filmes que tenho no computador num hd virtual por causa da tal lei… Ela está fazendo com que muitos sites que fornecem download de filmes, fechem! Então, estou upando os filmes para ajuda-los! Vi nos comentários, que muitos estão à procura deste filme, que também tenho aqui. Se quiserem baixar… (caso haja algum problema com o link, me avisem via twitter @lekoban)

    ——-
    Comentário reeditado pela administração do site.

    Leonardo, até por conta desse projeto de lei, retirarei o link. Esse blog é para falar sobre filmes.

    Valéria Miguez (LELLA).

    Curtir

  19. Esse filme é fantástico, ele é sensual, triste, belo, mas de uma maneira (ao menos ao meu ver) muito delicada, sem vulgaridades. As músicas casam muito bem com os momentos em que são tocadas.

    Nota-se que no badalado site IMDB ele é avaliado em apenas 7, em contraste como filmes como ” Os Mercenários 2″ que teve nota 7,5 que e é um enlatado vazio e clichê.
    E se “As Canções de Amor” fosse americano, certamente teria ganhado uma nota melhor. Mas como ele é frances…

    Então fica a dica galera, o filme é muito bom mesmo. Assistem.

    Curtir

Seu comentário é importante para nós! Participe! Ele nos inspiram, também!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s