Na Cama (En La Cama. 2005)

Um homem e uma mulher numa cama de um motel. São esses os personagens desse filme.

Ali eles transam, conversam… Conversam, transam… Aos poucos, Daniela e Bruno, vão se desnudando mais que fisicamente. Pois enquanto Bruno se recupera… Contam particularidades de suas vidas. Segredos, que até então eram inconfessáveis. Falam amenidades. À primeira, apesar de ‘clássica’, ficou engraçada no início de conversa entre eles. Ah! Por uma teoria do Bruno sobre cinéfilos… Ih! Eu estaria mal.

Um outro ponto positivo nesse filme foi em mostrar uma paradinha para a colocação da camisinha. Isso deveria virar rotina nos filmes com cenas de transas. Primeiro, por ser algo correto e que não tira o romantismo da cena. Depois, porque quem sabe os mais jovens também assimile essa parte naturalmente.

Fora um encontro casual? Para uma simples transa? Como foram parar ali? Quem são eles? Essa intimidade os uniu? O que farão depois dali?

É, essa cama de motel tem histórias para contar. Eu gostei do filme!

Por: Valéria Miguez (LELLA)

Na Cama (En la cama). 2005. Chile. Diretor: Matias Bize. Elenco: Blanca Lewin, Gonzalo Valenzuela. Gênero: Comédia, Drama, Romance. Duração: 85 minutos.

Anúncios

14 comentários em “Na Cama (En La Cama. 2005)

  1. Oi Flavia,

    Seja Bem-vinda! E grata também por participar!

    Sobre a tal cena… Ela foi tão natural. Não mostrou o pênis. Mas sim a paradinha para colocar.

    Isso de fato teria que se tornar um hábito nos filmes.

    Beijo grande,

    Curtir

  2. Oi, Lella, interessante a idéia do filme, uma idéia de pausa do mundo. Lembrei até do Lennon e da Yoko que fizeram um protesto da cama de um hotel. Mas é claro, contemporaneamente, esse impulso se transforma em reflexões individuais, em diálogos íntimos. Muito interessante!!
    Ontem cometi um erro enorme: assisti a “Os Invasores”, com a Nicole Kidman e o atual 007 (esqueci o nome dele!). Horrível, enredo fraco, a Nicole parece perdida no papel que exige força, tem várias cenas de ação.

    Beijo!!

    Curtido por 1 pessoa

  3. Oi Paloma,

    o que seria, talvez uma simples transa, acabou se tornando algo como: uma parada para uma revisão do carro.

    Se eu contar mais, tiro a surpresa de ti.

    E valeu pela dica do ‘Os Invasores’ 😀 assim, não perco meu tempo com ele. Pois a lista dos que quero ver e rever, é extensa. Além de aumentar sempre.

    Beijão,

    Curtir

  4. Oi Ricardo,

    foi você quem me add no Last.fm? Eu tenho que procurar a senha. Fiz login por lá para colocar música no Blog. Mas depois que li, no Ueba, uma dica, eu retirei a música.

    A tal dica era para não colocar música porque muitos abrem os sites no trabalho.

    Com isso, logada, não voltei mais lá. Já voltei, sem que fosse preciso logar, atrás de soundtrack de filmes.

    Encontrando a senha, ou pedindo a eles, entro lá e dou o ok.

    Beijão,

    Curtir

  5. A sensação do denudar é sempre interessante, porque as pessoas tiram a roupa e acham que isso é intimidade. Pra mim, tirar a roupa é a parte mais simples, nem acho que seja algo íntimo, porque pra mim o desnudar é mais um olhar para dentro e exibir o que há por lá. Gostei da idéia do filme.
    Estou começando a me complicar, a lista de filmes para se ver está aumentando, mas em julho não vou ter tempo mesmo. As aulas começaram hoje, já viu (curso de férias). Mas será produtivo.

    Ps. Grata pela sua contribuição, já li e fiz algumas anotações. Vou “plagiar” a sua história ou trechos dela. Beijos e boa semana para ti…

    Curtido por 1 pessoa

  6. Lunna,

    😀 a minha lista também cresce a cada dia. Até por conta da sugestões que vocês me trazem.

    Sobre o seu ps 🙂 Que bom que gostou! Vou procurar por outras e envio. E fique à vontade para ‘plagiar’. Tem meu consentimento 😉

    Bons Estudos!

    Beijão,

    Curtir

  7. O minha querida se vc tiver como me mandar o link ou o nome das musicas que passam neste filme eu agradeceria muito estou tentando encontra a trilha sonora mais nau acho e minha esposa ama as musicas eu queria presenteala com isso

    bjs
    gtato
    thyago

    Curtido por 1 pessoa

  8. Trouxe a letra daqui:
    http://mesmachuva.blogspot.com/2008/10/cinema-chileno-e-msica-mexicana.html

    .Lyric of ‘En La Cama’
    Aunque Sea, de Emmanuel Del Real

    Qué hago aquí
    Yo no lo sé
    Debería estar en otro lado
    Puede ser que te busqué
    Aunque muy probablemente
    No sé lo que hago otra vez

    Poco a poco se me olvida
    Lo que poco yo ya prometí
    Déjame decirte algo
    Y tal vez un poco más
    Dame un beso y dame dos
    Y despues vemos como acomodamos
    Todas estas cosas, que más?

    Poco a poco dame lo que tu
    Me quieras regalar
    Dime si tu escuchas la misma
    Melodia que oigo yo

    Será que es el principio de lo que ya terminó

    Deja todo ese silencio
    Deja que mis pensamientos
    Nose tu aunque sea
    Nose tu solo hoy
    Aunque sea solo hoy

    En que momento nos debemos encontrar

    Curtir

  9. Pingback: Cazuza - O Tempo Não Pára « Cinema é a minha praia!

Seu comentário é importante para nós! Participe! Ele nos inspiram, também!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s