Quebrando a Banca (21. 2008)

Também usávamos sinais manuais. Braços cruzados: a mesa está quente. Um toque no olho: precisamos conversar. E uma mão passando pelo cabelo, significava uma coisa: “Saia. Agora!!”.

Vê o nome de Kevin Spacey nos créditos, a mim já é um motivo para assistir o filme. Nesse, um outro fator também. O de ser baseado num fato real. Bem, tirando a longa duração do filme, até que gostei. Sem uma meia hora de filme, a história ficaria amarradinha, e até melhor.

Filmes com jovens superdotados na maioria caem em esteriótipos. Ganhando até um termo: nerds. Mas em ‘Quebrando a Banca‘ até que deixa algo do tipo: a vingança dos nerds. E por conta de que? Além de terem escolhidos jovens que não seria rotulados assim à primeira vista. Também por eles curtirem a vida fora da sala de aula. Além de que tiraram proveito prático das suas genialidades. Great!

A longa duração do filme nada mais é que um tremendo merchan dos Cassinos e Hotéis de Las Vegas. São um deslumbre, mas não precisavam exagerar.

Antes de entrar na história do filme, mas por conta do jogo de cartas… Lembro que em criança, tinha colegas que os pais não permitiam baralho em casa. Mas em vez de proibirem, deveriam ter usado o jogo como um aliado para um gosto pela matemática. Pois foi o que meu pai fez. Foi ele quem nos ensinou, a mim e meus irmãos. E nenhum de nós ficamos ‘viciados’ em baralho. Era sempre uma diversão. Um tempinho atrás, confesso que gostei de ver o netinho de uns tios jogando o 21. Por vê-lo fazendo as contas de cabeça rapidinho… É um jeito lúdico de ensinar a Tabuada.

Em relação a Cassinos, dica de um livro para que a sua ida seja uma diversão e só! Separe a quantia que daria si mesmo como um presente. Coloque-a no bolso direito da calça, por exemplo. Fique por lá até essa quantia terminar. Se ganhou algum dinheiro, coloque-o no bolso esquerdo. Não use essa parte. Porque já não estaria mais se distraindo.

Agora sim, a história do filme… Ben (Jim Sturgess) sonha cursar medicina em Harvard. Mas precisaria de pelo menos uns US$ 300 mil para isso. Estudante do MIT, durante uma certa aula de matemática, sem querer, ou melhor, sem saber, é notado por um certo clubinho.

Pausa para registrar isso: Prestem atenção a essa aula de matemática. Só por ela já vale a pena até rever o filme.

Voltando… O tal Clubinho tem como Mentor o professor de Matemática Micky Rosa (Kevin Spacey). E os já membros: Jill Taylor (Kate Bosworth), Kianna (Liza Lapira), Choi (Aaron Yoo) e Jimmy Fisher (Jacob Pitts). Ali aprendem como usar a técnica de contar as cartas nas mesas do 21, o Blackjack. Sem se deixarem pegar. Trabalho em equipe. Cientes de que têm que obedecer as regras do Micky. Nem se deixarem seduzir por aquele mundo.

A princípio, Ben não aceita. Mas depois deixa-se seduzir, entrando no jogo. Assim, os cinco mais o Micky passam os finais de semana em Las Vegas. O que ganham é divido entre eles. Cabendo uma parte maior ao professor. Acontece que nem tudo são flores, pois um tipo de capataz da firma de vigilância, por estarem perdendo clientes (Cassinos), decide mostrar serviço. Ele é Cole Williams (Laurence Fishburne), que fica na cola deles. É onde o filme fica com mais ação.

Enfim, se pensarem que esse filme também traz como um bônus um – “Conheça Las Vegas!” -, terão um bom sessão pipoca!

Por: Valéria Miguez (LELLA).

Quebrando a Banca (21). 2008. EUA. Direção: Robert Luketic. Elenco: Jim Sturgess, Kevin Spacey, Kate Bosworth, Aaron Yoo, Liza Lapira, Jacob Pitts, Laurence Fishburne. Gênero: Drama. Duração: 123 minutos. Inspirado no livro: “Bringing Down the House: The Inside Story of Six M.I.T. Students Who Took Vegas for Millions”.

Anúncios

6 comentários em “Quebrando a Banca (21. 2008)

  1. O código para a contagem das cartas no 21:

    Cartas: 2,3,4,5,6 = +1

    Cartas: 7,8,9 = 0

    Cartas: J,Q,K,A = -1

    Então alguns deles vão contando. Sempre que a contagem alcança os dois dígitos positivos, +10, +11, +12, etc, passam o sinal avisando o Big player. Com isso terá muito mais chance de tirar cartas altas.

    (Trouxe de uma comuna no Orkut).

    Curtido por 1 pessoa

  2. Ainda não assisti mas deve ser bom. Vou colocar na minha lista!
    Lella, foi um prazer indicar seu blog para o selo Prêmio Dardos, viu?
    Posso fazer uma perguntinha… adoro este selo da Leila Diniz… já visito este seu cantinho posso me sentir contemplada e colocar lá nos meus blogs?
    Beijins

    Curtido por 1 pessoa

  3. Oi Elvi!
    Eu até que curto. Mas faz tempo que não jogo um Buraco. Sem parceiros por aqui.

    Lunna!!
    Eu também gostei! E confesso que não esperava.

    Tânia,
    Claro que sim! Ele foi criado com carinho e para Todos vocês que por aqui passam 🙂

    Meninas! Uma 5ª feira iluminada pra vocês!
    Beijo grande,

    Curtir

  4. Velho muito fera este filme, assistam vcs não vão c arrepender. Os caras são muito fera. Jah conhecia a hitoria do filme, qnd descobri q ia sair um filme, não tive duvidas d q ia ser muito bom. Kivin da o complemento ao filme muito bom. abraço

    Curtido por 1 pessoa

Seu comentário é importante para nós! Participe! Ele nos inspiram, também!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s