Prefiro o Barulho do Mar (Preferisco il Rumore del Mare. 2000)

Quando eu curto certas horas o som da solidão, não se preocupe não. Nem me procure uma cura. Sou íntimo do tempo. Ele se abre assim e manda algum fogo. Ou foco, para mim.” (‘Extravios’, Antônio Cícero)

Num resumo eu diria que essa é a história de um jovem que curtia a solidão.A vida não lhe deixou muitas escolhas. Mas o que para muitos o que acontecera a ele os tirariam dos seus nortes, para esse jovem não. E qual fora o fato? Não será um spoiler em lhes contar. Até porque o que o filme aborda é um período posterior. Ele perdeu a mãe que fora assassinada, e tinha o pai na prisão. Sendo assim ele ficara só.

Sem revoltas internas com as perdas ele quis seguir em frente e sozinho. Trabalhar e continuar seus estudos sempre fora a sua meta. Claro que até por ser um bom moço as pessoas queriam ajudá-lo. E aí que tem início a sua provação. Mas mais em deixar que os outros percebessem que ele preferia ser só.

Vivendo na Calábria o jovem Rosário (Michele Raso) se vê obrigado a ir para uma instituição que abriga jovens carentes. Tendo a frente dela o padre Don Lorenzo. Boa praça, logo se afeiçoa a Rosário até por ele ser muito religioso. Aliás mesmo com o seu jeito quieto de ser todos os outros jovens também afeiçoam a ele. Há um clima de amizade, afeto, calor humano dentro daquele Centro Comunitário. Rosário talvez continuaria por lá, trabalhando e estudando. Se não fosse…

Nessa sua nova morada, agora no Norte da Itália, o único que inconscientemente a princípio se rivaliza com Rosário é quem o trouxe. Ele mora numa bela casa. Ele é Luigi (Silvio Orlando). Fez isso primeiro para atender um pedido da mãe; por ela estar condoída pelo drama de Rosário. Como também por ele ser um parente distante. Luigi visualizou nele alguém para influenciar seu filho, Matteo (Paolo Cirio). Esse tinha um comportamento oposto do outro. No fundo um rebelde carente de afeto.

Há pessoas e pessoas. Enquanto que para Rosário a roda da vida não o tirou do seu eixo, o mesmo não acontecia com o Matteo. Dois jovens diferentes. Que viviam em mundos diferentes: um rico e o outro pobre. Um sabendo o que queria para a sua vida. O outro, por ter demais, não decidia que rumo tomaria; e quando enfim decide, faz a pior escolha. Mesmo assim houve uma empatia entre os dois.

Mas Luigi interfere bruscamente naquele laço que surgia. Pois se em sua vida profissional e amorosa ele não mais detinha o controle da situação. Pelo menos com o filho ainda poderia exercer uma autoridade. Ou por manter a sua galinha dos ovos de ouro sob seu poder. Quem de fato era rico era o sogro. Luigi não gostava nada de suas raízes, seu norte era o geográfico. Norte da Itália. Ter e manter um alto padrão de vida, sempre fora a sua meta. Um filho com a filha do todo poderoso viera a calhar.

Rosário como bom observador e direto no falar fez Luigi ficar ainda mais incomodado. Era como se olhasse num espelho e visse o seu próprio ‘eu’. Ele não gostava do que estava vendo e sentindo. Até por ver que poderia perder tudo. Só não via que negligenciara o seu bem mais precioso e em afeto. Seu castelo de areia estava ruindo, e Matteo colaborou. Para ter novamente o controle, Luigi termina exorcisando seus demônios em Rosário.

Por fim Rosário mostrou a todos que poderia caminhar pelas próprias pernas. Sozinho. E ouvindo o barulho do mar em sua terra natal.

Um bom filme, mas que não me deixou com vontade de revê-lo.

Por: Valéria Miguez (LELLA).

Prefiro o Barulho do Mar (Preferisco il Rumore del Mare). 2000. Itália. Direção: Mimmo Calopresti. Elenco: Silvio Orlando, Michele Raso, Paolo Cirio, Mimmo Calopresti. Gênero: Drama. Duração: 84 min. Classificação: 14 anos.

Anúncios

4 comentários em “Prefiro o Barulho do Mar (Preferisco il Rumore del Mare. 2000)

  1. muito bom!
    cinema tbm é a minha praia.
    ;D~
    passarei sempre por aqui, pra ler as suas criticas.
    :]

    em especial, quero ver, filmes Brasileiros. Minha paixão…
    :*

    Curtir

Seu comentário é importante para nós! Participe! Ele nos inspiram, também!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s