O Informante (The Insider. 1999)

_Imprensa livre!? A imprensa é livre para os seus donos. Você ouve ‘razoável’ e ‘interferência ilícita’. Eu ouço ‘propensa a processos’. Ouço: ‘Parem o segmento. Dispensem o cara. Obedeçam ordens e fodam-se!’ . Ele é testemunha-chave no maior caso de reforma da saúde pública, talvez o maior, mais caro caso de conduta ilegal corporativa na história dos EUA. É ele quem está em apuros. E nós não vamos levá-lo ao ar porque ele está dizendo a verdade!?

O que é ético? Manter um acordo de confidencialidade com uma Empresa por algo nada ético que ela faz? O qual fora demitido por não concordar com tal coisa? Qual decisão tomar? Se também ao revelar poderá por em risco sua própria família porque irão jogar pesado. E o jornalista que lhe dá a chance de revelar no programa jornalístico de maior audiência e credibilidade, está apenas pensando no furo de reportagem? Mais, e quando vê que seus superiores recuaram, pressionados, como fica a sua palavra? Essas são só algumas das reflexões levantadas ao longo do filme. Desse sensacional filme!

Ano 1994. País EUA. No banco dos réus uma das indústrias que mata milhares de pessoas por ano – a Indústria do Tabaco. Mas não será tarefa fácil para dois grandes heróis nessa história real. É, “O Informante” é baseado numa história real, mas precisamente tirando-a de um artigo publicado. Talvez até para dar asas a imaginação em trechos que não tem como provar. Vendo o filme verão o quão influente é esse grupo conhecido como ‘Os Sete Anões‘.

Um desses heróis, é Jeffrey Wigand (Russell Crowe), um cientista conceituado na terceira maior empresa de tabaco dos Estados Unidos. Aliás era, pois fora demitido por não concordar com algo sujo, criminoso, com o uso de uma substância carcinógena no cigarro. Se antes, ao ser contratado, até numa posição de Vice-Presidente, seu currículo profissional fora o fator preponderante, ao tê-lo como possível delator, até seus pequenos deslizes na adolescência receberão uma carga maior numa campanha de difamação, de desmoralização, orquestrada pela Brown & Williamson. E como se isso não bastasse, pelo poder de influência que esse Grupo detém – até porque o vazamento atingirá todos – aplicam-lhe a Lei da Mordaça.

– É para isso servem os cigarros? Um dispositivo para entrega de nicotina. Coloque na boca, acenda e receba sua dose. Manipulam e ajustam a dose de nicotina, não adicionando nicotina artificialmente, mas aumentando o efeito da nicotina com o uso de elementos químicos como amoníaco?
–  O processo é conhecido como reforço do impacto. Mesmo sem aumentar a nicotina, obviamente a manipulam. Esta tecnologia é bastante usada, ciência do amoníaco. Permite que a nicotina seja absorvida mais rapidamente no pulmão, afetando assim o cérebro e o sistema nervoso central.

O outro herói dessa história é Lowell Bergman (Al Pacino), produtor do programa jornalístico “60 Minutos“, da rede americana CBS. Um jornalista que difere dos demais por manter uma postura ética com quem ele coloca na poltrona para ser entrevistado pelo Mike Wallace (Christopher Plummer). Ciente também do vespeiro que iriam cutucar, ele se faz de advogado do diabo com Jeffrey por quase todo o tempo. Ora irônico, ora muito irritado, Lowell quer ganhar essa parada. Agora, o que leva seguir adiante? Sucesso na carreira? A luta será grande. Até Mike desistiu.

Então, você foi trabalhar no ramo do tabaco. Vindo de empresas onde a pesquisa e pensamento criativo são valores essenciais. Vai trabalhar com tabaco, que é uma cultura de vendas: comercializar e vender em grandes quantidades.

O filme é longo, mas prende a atenção o tempo todo. De eu já quase no final querer que não terminasse. Esse com certeza vou querer ver mais vezes.

O elenco está afinadíssimo! A trilha musical dá o tom certo!

Umas considerações finais eu o faço, e apenas baseado no filme, é sobre a atitude da esposa de Jeffrey (Diane Venora). Se ainda fosse pela integridade física das filhas, eu até entenderia. Mas a mim, pareceu que ela queria manter o mesmo padrão de vida.

Filmaço! Não deixem de ver!

Por: Valéria Miguez (LELLA).

O Informante (The Insider). 1999. EUA. Direção e Roteiro: Michael Mann. Elenco: Al Pacino, Russell Crowe, Christopher Plummer, Colm Feore, Diane Venora, Bruce McGill. Gênero: Biografia, Drama, Thriller. Duração: 160 minutos. Baseado numa história real.

Anúncios

4 comentários em “O Informante (The Insider. 1999)

  1. Vi o filme e achei muito inteligente e preciso, para tratar a questão da ética. No desenrolar do filme, a ética é simplesmente uma denominação dada (demagogicamente ) para benefício próprio de uma corporação que visa o lucro e não se compromete com os resultados maléficos que seus produtos irão proporcionar aos usuários. Em contrapartida, um outro personagem não se conforma com a situação de risco e comprometimento em que se submete, levando-o a ir contra os seus princípios éticos, quebrando um contrato de sigílo entre a corporação e ele que, ao meu ver, não era nada ético, pois se tratava de um ¨cala boca¨sujeito a retaliações. mas, em nome de sua honra e pelo desgosto de ter sido coagido e enganado, se viu na obrigação de corrigir algo que ele próprio ajudou a fazer. Pessoas como ele deveriam ser ovacionadas e receber honras por saber diferenciar a ética da omissão de um perigo real e eminente.

    Curtir

  2. Oi Numair!

    Valeu mesmo por deixar a sua impressão desse filme!

    Grata, e volte mais vezes! Até para nos trazer um texto seu. Olhe lá na aba Acervo, veja se ainda não tem algum que queiras escrever. E aceitando, desde um sim num comentário, pelo seu email, trocaremos os detalhes por lá.

    Beijo grande,

    Curtir

  3. Pingback: Que Título Dariam a um Filme do Julgamento do Mensalão? «

Seu comentário é importante para nós! Participe! Ele nos inspiram, também!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s