O Galinho Chicken Little (Chicken Little. 2005)

chicken-little

Eu sou fã de desenhos animados. E ultimamente eles são certeza de uma boa pedida. Fui. Esse é o primeiro da Disney sem a ajuda da Pixar. Antes teve “Procurando Nemo”, “Toy Story”, “Monstros SA” e “Os Incríveis”. Cada um melhor do que o outro. Aí eu vejo na tela um galinho cabeçudo, com uns óculos verdinhos e camisa listrada. Ele pode ser até fofinho, mas é um chato.

No começo pensei que ele fosse assim um tipo de nerd. Mas ele é style… As figuras que o cercam são todas estereótipos da sociedade infantil norte-americana. A menina feia e dentuça, mas cheia de amor pra dar… O gordinho meio gay, que é um porco. Só gostei do menino-peixe. Ele não fala, talvez por isso. Caladinho fica legal. Não dizendo baboseiras psicanalíticas e de auto-ajuda.

No início o galinho sofre um acidente e alarma toda a cidade. Não vou negar que os desenhos são bem feitos. Mas são estandartizados. Tudo igual. E as musiquinhas inseridas são fraquíssimas. Que saudades de “Rei Leão” com seu início gradiloquente e roteiro fantástico. Este foi o último desenho animado, só da Disney, que prestou.

Mas vamos ao filme… Tentando provar ao pai e à população em geral que ele é confiável, o galinho se esforça. Na seqüência dos treinos e jogo de beisebol é boa. Gosto em especial da maneira como um pai lida com o filho que tem dificuldades de socialização. Nem todos serão campeões ou os bonitões do colégio. A grande massa é comum, assim como a maioria dos filhos e das pessoas.

O carinho do galão é lindo. Mas a falação da marreca, desnecessária. Esse negócio de discutir a relação é coisa de revista Capricho e similares. Então acontece o inevitável. Cai novamente na cabeça do menino um pedaço de uma nave espacial. E dessa vez nem dá para comparar com a avelã…

Entre a terrível dúvida de contar ou não para o povo o que está acontecendo, o galinho e seus amigos padecem. Boas cenas dos alienígenas. Nessa hora meus filhos gostaram. Antes, só comentários esparsos… Adorei o fenômeno-espelho da nave.

A ação aumenta e o filme fica legal. Ufa! O final é uma lição de moral muito boa e também uma feliz crítica ao endeusamento de Hollywood às pessoas que fazem algo de diferente. Só então o enredo cresceu.

O que há de bom: cores e cenas modernas com soluções de estilo, típico de desenhos da Disney

O que há de ruim: em vez de só mostrar os conflitos e suas naturais resoluções, fica com blá-blá-blá, criança não gosta e nem adulto

O que prestar atenção: a dublagem é feita por profissionais do ramo, e não atores globais, ficou perfeita! Aliás, a voz do porco e a tradução do seu nome, são melhores do que o original

A cena do filme: momento de respiração e de discothéque do porcão, hilário

Cotação: filme regular (@@)

Por Giovanni Cobretti – COBRA.

O Galinho Chicken Little (Chicken Little). 2005. EUA. Direção:  Mark Dindal. Elenco (Vozes): Zach Braff (Chicken Little), Joan Cusack (The Ugly Duckling), Katie Finneran (Goosey Lucy), Don Knotts (Turkey Mayor), Garry Marshall (Father), Amy Sedaris (Foxy Loxy), Jeremy Shada (Alien Boy), Steve Zahn (Runt). Gênero: Animação, Aventure, Comédia, Family, Sci-Fi. Duração: 81 minutos.

Anúncios

5 comentários em “O Galinho Chicken Little (Chicken Little. 2005)

  1. Oi Lol!

    Grata por gostar do espaço!

    Em relação as notas, eu mesma só coloco por imposição do site onde colaboro. Dai, ou até por conta disso, eu não peço aos convidados que coloquem notas nos textos deles.

    Às vezes, a nota sai livremente, quando escrevo. Não sei se é assim com os demais.

    Eu gosto de que aqui, sejam trazidos textos escritos por prazer. Sem nenhum compromisso formal.

    Volte sempre!

    Beijo grande,

    Curtir

  2. Olá
    Apenas uma observação em relação ao desenho quando se referente a dublagem por profissional esta apenas se referindo a dublagem do porco?
    Por que o galinho é dublado por Daniel de Oliveira ( globo), e a pata Hebe é dublada pela atriz Mariana Ximenes (globo). só pra salientar também sou muito fão de cinema. Valeu!

    Curtir

  3. Eu adorei o filme! É bem divertido! E traz temáticas importantes para nosso dia-a-dia, como relação entre pais e filhos, amizades, aceitar as diferenças…

    Curtir

Seu comentário é importante para nós! Participe! Ele nos inspiram, também!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s