ESTÔMAGO (2007)

estomago

Estômago – Pergunta Que Não Cala

Finalmente assisti ao filme brasileiro Estômago. Se você ainda não viu e não quer saber o final, não continue lendo!:

Trata-se da história de um nordestino chamado Raimundo (é claro!) que vai parar em Curitiba e acaba na prisão. Mas não apenas isso. Ele aprende a fazer coxinhas em um boteco e conhece uma prostituta por quem se apaixona. E ela por sua vez, apaixona-se por suas coxinhas.

Do boteco ele acaba indo parar em um restaurante italiano, onde aprende a cozinhar de verdade e conhece ingredientes mais finos. O bacana do filme são as cenas alternadas entre ele já na cadeia e durante sua trajetória até lá. A gente fica se perguntando o tempo todo “Mas o que foi que ele fez pra parar aí?!”, mas a resposta vem apenas no final.

O filme foi muito bem produzido, os diálogos são ótimos, os atores, sensacionais.

estomago_01Iria, a prostituta, não podia ter sido melhor interpretada. A atriz que dá vida à personagem tem um corpo voluptuoso, uma carinha de safada e gulosa. Perfeita!

O ator que vive Raimundo é sensacional. Perfeitamente invisível até certo ponto do filme.

Algumas cenas são impagáveis, como a de Raimundo transando com Iria enquanto ela devora um prato de macarrão, sentindo mais tesão pela massa que pelo parceiro.

Hilária é a cena em que o dono do restaurante mostra à Raimundo sua adega e nela um Sassicaia 1983, presente do pai que, explica o patrão, será aberto apenas quando ele completar 60 anos. Raimundo diz que até lá o “gás todo do Sassicaia já vai ter acabado“.

Na penitenciária, Raimundo encanta os “colegas” de cela com seus dotes culinários, e apesar de querer ser chamado de Raimundo Canivete, ganha o apelido de Alecrim, já que usa o tempero em tudo o que prepara. As cenas que envolvem comida na cadeia podem ser vistas apenas por quem tem de fato, estômago. Ou por quem passou ileso por Perfume, A História de um Assassino.

As cenas continuam se alterando entre antes e durante a penitenciária, e vamos conhecendo Raimundo. Inocente (ou burro?), ele pede Iria em casamento, e ela aceita. Aí começamos a entender o que pode ter acontecido.

estomago_02

Na cadeia, Alecrim precisa fazer um almoço para receber Etcétera (o ótimo Paulo Miklos), preso poderoso que será transferido.

Mais uma cena hilária. Raimundo mostra um vinho e diz que vai serví-lo para acompanhar o banquete. Explica que o vinho é italiano e que como passa muito tempo na madeira, fica com cheiros de flores, de frutas, de animais e até de cachorro molhado. Etcétera não quer beber vinho que cheira a cachorro molhado,como era de se esperar, e acaba preferindo Maria Louca (destilado feito de restos de comida fermentada, de teor alcóolico elevadíssimo e gosto tão ruim quanto se pode imaginar).

De volta ao passado, Raimundo já noivo acaba pegando em flagrante Iria com o patrão numa cena que ele não é capaz de aguentar. Ela está beijando-o na boca, coisa que sempre negou ao noivo. O cenário é o restaurante onde ele aprendeu a cozinhar.

Os amantes sobem para o escritório e Raimundo, vingativo, faz uma coisa que me deixou arrepiada: pega a garrafa do Sassicaia, abre e bebe. No bico.

Isso é o requinte da vingança e crueldade!

Depois de tomados uns goles, tira uma faca do suporte e sobe. Outra cena na cadeia e depois de volta ao passado. Ele está grelhando um pedaço de carne. Coloca alecrim em cima e vê-se a garrafa de vinho.

A câmera sobe e vai até o escritório onde jazem os corpos ensanguentados dos amantes. Ela, sobre ele, sem um pedaço da bunda.

A pergunta fundamental é: será que harmonizou??

Por: Gil Vesolli.  Blog: Quem Enloqueceu?.

Estômago. 2007. Brasil. Direção: Marcos Jorge. Elenco: João Miguel (Raimundo Nonato), Fabiula Nascimento (Iria), Babu Santana (Bujiú), Carlo Briani (Giovanni), Zeca Cenovicz (Zulmiro), Paulo Miklos (Etecetera), Jean-Pierre Noher (Duque), Marco Zenni (Vagnão), Marcel Szymanski (Valtão), Helder Clayton Silva (Seqüestro). Gênero: Crime, Drama. Duração: 112 minutos.

Anúncios

6 comentários em “ESTÔMAGO (2007)

  1. Oi, Valéria

    Meu marido comprou o livro com o roteiro do filme “Estômago”. Você viu?
    No livro tem também as receitas das comidas feitas no filme, até a das formigas. E é como se Raimundo mesmo estivesse escrito as receitas. Bem engraçado.
    Abraços

    Curtir

  2. Pingback: Abril Despedaçado « Cinema é a minha praia!

Seu comentário é importante para nós! Participe! Ele nos inspiram, também!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s