Revanche (2008)

revanche_posterPor tanto amor. Por tanta emoção. A vida me fez assim.
Doce ou atroz. Manso ou feroz. Eu caçador de mim.

A vida de dois casais se cruzam de repente de nos levar a várias reflexões. Não é um drama qualquer, nem tão pouco inverossímil. Nem foi o destino quem lhes pregou essa peça. Pois foi por um ato pensado de um deles que desencadeou tudo mais. Mas antes mesmo da tragédia abater sobre eles, o erro começa por ele achar que apenas com uma boa quantia em dinheiro é o que o levaria a mudar de vida. E com as devidas proporções, a falta, ou mesmo o fato de o tê-lo não era o que traria ao outra casal a mudança almejada.

Compliquei? É que como podem ver pelo título o filme trará uma revanche. Ou uma vingança. Muda-se o termo, mas não o sentimento da perda de um ente querido e inocente. Mesmo sendo ele o culpado maior nessa tragédia. Assim para não lhes tirar a surpresa tentarei traçar um perfil dos quatro sem deixar spoilers.

revanche_00Um dos casais moram numa cidadezinha do interior. Têm uma bela casa. Bons empregos. Ela, Susanne, é dona de um mercado. Ele, Robert, um policial. Tinham tudo para serem felizes, mas faltava algo. E não apenas na vida conjugal. Na pessoal, principalmente. Foi a que pesou mais no rumo que tomou a vida deles.

A crise conjugal para ela já teria sido resolvida. Mas o orgulho de Robert não admitia a solução que ela propos. Até porque se sentiria ainda mais excluído da roda dos colegas de trabalho. Mais do que ser querido, queria que o vissem como um cara durão, importante. O churrasco em sua bela casa não alterava nada. E o que era pior, o tema da conversa acabava pendendo para o tal lance. Ambos ainda sofriam por isso.

revanche_03Robert talvez para que se orgulhassem dele ficou meio obcecado em mostrar que era um ótimo policial. Para os seus colegas, até pela tranquilidade do local, isso não os preocupavam. Assim naquele momento sua mente estava nos elogios que receberia depois com o feito. Com isso o seu erro pode ter sido por falta de atenção. Embora estivesse cumprindo o seu dever, o descuido fora fatal.

Como deixou sua mulher de fora do seu novo problema, Susanne tratou de arrumar um ‘plano b’. Ela simplesmente ouviu apenas o seu desejo. Que se isso lhe traria a realização que tanto sonhara, nem preceitos religiosos, nem a lei dos homens a impediriam por imputar culpas.

revanche_02O outro casal viviam em Viena. Trabalhavam num Inferninho. Tamara era prostituta. Viera da Ucrânia. Não tinha grandes ambições. O sonho maior seria em quitar a dívida com o dono do bordel. Mas recusou a proposta que o dono lhe fizera: em atender políticos, pessoas proeminentes… A fina flor do andar de cima que também faziam coisas sujas, mas às escondidas. Embora teria a chance de ganhar mais, e trabalhando menos, preferiu continuar ali. Talvez já aceitando o fato de que não sairia mesmo daquela vidinha. Viciada. Mas de temperamento tranquilo.

Aliás os quatro tinham um temperamento meio passivo. O dono do bordel chegou a dizer que Alex era um fraco. Mas como ele poderia ser um sendo um tipo de jagunço para ele? Pelo menos força física tinha. Como também jogo de cintura para ludibriar uma das regras principais no bordel: a de que não poderia haver namoro entre os funcionários. Assim, Alex e Tamara namoravam escondidos.

revanche_01Ao ir visitar o avô que morava na mesma cidadezinha que o outro casal Alex teve então a idéia. Mas estava tão obcecado em que só mudaria de vida com muita grana que não vislumbrou que nem era preciso executar o plano. E por conta de que? Para provar que não era um fraco? Ele poderia não imaginar o que aconteceria, mas era uma probabilidade. Tanto que aconteceu. Mesmo tendo culpa quis se vingar.

O sentimento dominante no finalzinho do filme fora que suas vidas mudara. Para melhor ou pior dependeria de quanto se sentiriam culpados. Assim entre segredos e mentiras, culpas e expiações… acompanharão a vida dos que ficaram. Não dá para voltar atrás. Como a bala que após disparada não pode mais voltar com ela, nem pará-la. E quem dali não faria tudo de novo?

O final me fez ficar pensando.; tentarei não deixar spoiler. Bem primeiro eu fiquei momentaneamente sem ter o que falar. Depois no que eu diria estando no banco de jurados. Pois cada caso ali acabou ganhando uma dimensão própria. O que foi mais um ponto positivo para ‘Revanche‘. A trama do filme é muito boa. Diretor e atores, idem. Paisagens lindas! Dou nota nove. E entrou para a lista de rever, até por parecer que estamos diante de pessoas comuns sem o banho de loja e salões de beleza que vemos nos filmes americanos.

Revanche (Revanche). 2008. Áustria. Direção e Roteiro: Götz Spielmann. Elenco: Johannes Krisch (Alex), Irina Potapenko (Tamara), Andreas Lust (Robert), Hanno Poschl (Konecny), Ursula Strauss (Susanne). Gênero: Crime, Drama, Romance, Suspense. Duração: 121 minutos.

Anúncios

4 comentários em “Revanche (2008)

  1. A sexualidade fica por conta de onde trabalham o Alex e a Tamara. Dele querer sair dali. No desejo dele, ir para a Espanha. Ser dono de um barzinho por lá. E de certa forma, acabou contagiando um pouco ela. Mas não a ponto dela vislumbrar uma mudança.

    Sobre assistir em Família… é um filme adulto. De fazer pensar em certos valores morais e éticos.
    Mas te entendo. Eu também não o escolheria tendo pessoas mais velhas junto. Principalmente sendo homens.

    Curtir

  2. Ficou LINDO!! 🙂

    Fico muito feliz que as borboletas tenham levado em suas asas inspiração para deixar esse espaço mais bonito do que já é!!!

    Feliz aqui!!!

    *bjos, Val!!!*

    ps. não esqueci do filme… só uma questão de tempo!

    srrsrs

    Curtir

Seu comentário é importante para nós! Participe! Ele nos inspiram, também!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s