Meu Nome Não é Johnny (2008)

vlcsnap-617761

O verdadeiro lugar de nascimento é aquele em que lançamos pela primeira vez um olhar inteligente sobre nós mesmos” (M. Y)

Esse foi o cartão que João Estrella recebeu de Natal da Juíza que lhe concedeu o indulto. Presente sem preço que ele conseguiu escutar.

Vamos ao início do Drama: João Guilherme Estrella, muito bem representado por Selton Mello (ator excepcional, em minha opinião), nasceu numa família onde os limites não eram colocados na mesa.

Algumas cenas mostram isso muito bem: tudo era de alguma forma aceito pelo pai. Boa coisa isso não dá. As crianças precisam não só de Educação, mas de limites também; aliás, educar é amar dando limites. Numa família completamente desestruturada, com um pai excessivamente permissivo, uma mãe que pulou fora por não aguentar isso e também por não saber pegar as rédeas da nave, João Estrella se enveredou pelos caminhos da droga e das festas com amigos drogados no Rio de Janeiro. Como ele diz: “O Rio de Janeiro é nosso”.

vlcsnap-644202 O problema do traficante, além de todos que estamos cansados de saber, é que eles são burros.

Sim, são extremamente burros. Pois sobem no poder com extrema facilidade financeira e não arrumam um emprego nem que seja pra disfarçar o dinheiro ganho.

A Polícia tarda, mas não é burra…

Como justificar viagens para Europa, compras, jóias, apartamentos em Copacabana etc sem trabalho?

Essa novela vemos em todos os jornais diários, não é novidade mais, o interessante desse filme é que João é consciente de sua total falta de estrutura, diz ele para a Juíza (Cássia Kiss): “Eu nunca soube o que é dentro da lei e fora da lei, as coisas foram acontecendo“…

vlcsnap-644732

As coisas geralmente acontecem, e esse rapaz nunca soube o que era limite. Palavrinha cara exercida por quem ama de verdade. O olhar benevolente dessa juíza (rara no judiciário, só podia ser filme mesmo) soube captar a falta paterna e materna de João, mesmo tendo pai e mãe.

E ela não errou, pois ouviu que todos os atos dele era nada mais que um pedido de “me tire dessa realidade”.

Filme engraçado que se difere dos fomélicos brasileiros que só abordam as misérias nordestinas e favelas cariocas; mostra que a classe média também tem seus problemas. Gostei muito desse filme, foi um excelente entretenimento para uma sexta-feira comum.

Ah! Já ia esquecendo… Meu nome também não é Johnny, é Vampira Olímpia rs.

Por: Vampira Olímpia.

Meu Nome não é Johnny

Direção: Mauro Lima

Gênero: Policial, Drogas

Brasil – 2008

Anúncios

2 comentários em “Meu Nome Não é Johnny (2008)

  1. João Estrella e seu pai são Vascaínos rsrsrs.
    Lembra daquela cena da vitória? rsrsrs 🙂

    No mais, é um bom filme pra dar umas boas risadas.

    *bjos*

    Curtir

Seu comentário é importante para nós! Participe! Ele nos inspiram, também!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s