A Vida de Brian (Life of Brian. 1979)

vida_de_brian_04

de …………… Monty Python
Aplausos! Bis!
Escrito, atuado, dirigido e editado pelo famoso grupo ingles Monty Python na mais brilhante e hilaria reinterpetração de um dos pontos mais importantes do cristianismo que é a vida de Cristo – ou como seria ele aos 33 anos.
Grupo ingles, considerado os Beatles do humor e ironia inteligente. Não sei se é exagero. Mas concordo com a comparação.
Todos os membros do grupo tiveram no passado, convivencia e experiencias com a religião – catolica, anglicana, outras assemelhadas que permitiu ao grupo ousar nessa visão. O grupo tambem é famoso por nao ter mulheres na tropa. Sempre um deles faz papel feminino. Porem aqui, para benefico de Brian, deixaram uma mocinha participar do filme.

Começa que, na Judéia de 33 DC, a sociedade vive em eterna ebulição por conta dos diversos grupos de seguidores do messias, e cabe aos soldados romanos manterem a ordem social. Briam cresce nesse mundo, criado por uma super mae judia a “senhora Mary Cohen” (interpretado por Terry Jones) , preocupada com a moral e bons costumes na sociedade judia. Na realidade ela esta mais preocupada em esconder o passado vadio.
Mas Brian, um jovem normal, so quer saber de transar – ele ainda é virgem por conta da mãe – e tanto faz se a moça é judia ou nao. Por culpa dessa e mais outras ele acaba se envolvendo em tudo que é problema de desordem social.
Neste filme, Monty Phyton inverte o impeto romano da guerra e no analfabetismo: os soldados romanos sao educados, pacificadores e cultos. As mulheres velhas continuam um bofe qualquer : podem passar por homem ou mulher. Prova é a cena do apedrejamento. Imperdível.
Pode ser que alguns detestem o filme ja que ele é cruelmente ironico nas abordagens dos costumes sociais regidos pelas normas religiosas.

Mas ele é verdadeiro. Por isso incomoda.

É um classico do cinema, com presença obrigatoria nas devetecas domesticas.

Direção: Terry Jones, genero: comédia
Roteiro: Graham Chapman, John Cleese
Origem: Reino Unido; duração: 94 minutos, colorido.

Cris Barros

Anúncios

4 comentários em “A Vida de Brian (Life of Brian. 1979)

  1. Oi.
    Gostaria de parabenizar pelo excelente Blog, pois os textos são excelentes.
    Quem sabe da próxima vez que eu acessar o Blog e não encontre textos destes filmes – Pulp Fiction, Cães de aluguel, Brilho eterno de uma mente sem lembranças, Truman – O show da vida, Geração Prozac, O Grande Lebowski, Forrest gump, Garota Interrompida ou documentários com The corporation, Tiros em Columbine ou Koyaanisqatsi. [Peço desculpas se fui chato nesta pequena listinha] [rsrsrs]
    Até breve.

    Ps. Estarei acessando constantemente, pois adorei – Fiz um link entre nossos Blogs.

    Curtido por 1 pessoa

    • Oi Anderson!

      Grata por gostar desse espaço!

      Alguns da sua lista, eu ainda não. Outros, eu teria que rever. Mas pode deixar que vou listar. Não prometo que será logo, mas com tempo, trarei alguns deles.

      E querendo ter textos seus por cá, é só dizer. Trocaremos os detalhes por email.

      Beijo,

      Curtir

Seu comentário é importante para nós! Participe! Ele nos inspiram, também!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s