Veludo Azul (Blue Velvet. 1986)

blues

Uma orelha amputada jogada no mato é o motivo para desenrolar uma trama que serial banal sobre droga, chantagens e prostituição se nao fosse a genialidade underground, pesada de David Linch. No comando do roteiro e direção e o mais cruel de todos: na época era marido de Isabela Rosseline que atuava no papel da sofrida, chantageada, cantora de um repertorio só, Doroty Vallens.

Dizem que o homem foi impiedoso nessa produção não poupando nem a bela Rosseline.

De volta a cidade, o estudante Jeffrey (Kyle Maclachlan) caminha pelos campos e jardim, quando tropeça numa orelha. Assustado, leva o objeto para a policia para investigação.
Mas a policia é lenta, desinteressada. Jeffery se junta a namorada Sandy (Laura Dern) que é filha de um investigador de policia. Um dia ela ouve o pai dizer alguma coisa sobre uma tal de Doroty Vallens, cantora local, cujo marido havia sido sequestrado.
Sandy se afasta da situação, mas Jefferey começa a investigar Dororty , os dois se conhecem e o envolvimento entre eles torna – se mais profundo. Fica a duvida se Doroty amou o rapaz, se ela tem necessidade de estar cercada por homens errados. Jefferey descobre que o marido dela fora sequestrado por uma bandidão traficante, o asmático Frank Both (Dennis Hoper, melhor papel ate hoje) e com isso ela é chantageada de todas as formas pelo cara.

Frases antologicas durante as vezes em Frank que estupra Doroty sempre precedido de uma bombada spray (por causa da asma):
– I fuck anything that moves”, “Heineken? Fuck that shit!”, “I can’t stand warm beer; it makes me fucking puke” , “Now, it’s dark
Dean Stockwell participa no filme, como cantor dublando Roy Orbison.que em minha opinião é a cena mais bonita do filme, pois todo o cenário é rosa. Me arrepiou.

Kyle Maclachlan, atuou no seriado Twin Peaks e atualmente está em Sex & City. Laura Dern continua fazendo papeis secundários. O mais conhecido deles em Jurassic Parker.

She wore blue velvet
Bluer than velvet was the night
Softer than satin was the light
From the stars
She wore blue velvet
Bluer than velvet were her eyes
Warmer than May her tender sighs
Love was ours
Ours a love I held tightly
Feeling the rapture grow
Like a flame burning brightly
But when she left, gone was the glow of
Blue velvet
But in my heart there’ll always be
Precious and warm, a memory
Through the years
And I still can see blue velvet
Through my tears…..

Direção e Roteiro: David Lynch
Genero: suspense, erotico
Elenco: Isabela Rosselini, Dennis Hoper, Kyle MacLachlan, Dean Stocwell
Duração: 115 min, colorido, EUA

Madrugada. De madrugada é o melhor horário para assistir esse filme.

Cris Barros

Anúncios

2 comentários em “Veludo Azul (Blue Velvet. 1986)

  1. Olá, Cris, gostaria de dizer que gostei muito de sua crítica de Blue Velvet, e também de várias outras. A forma como você deixa claro a trama e o formato de suas críticas são genias. Por isso venho aqui fazer um singelo pedido. Eu @Rapha_Wisnesky e meu amigo, também amante de cinema, @PigConceitual , gostaríamos de saber se existem algumas vagas para nós. Pois, acima de tudo, o cinema também nossa praia!

    Curtir

Seu comentário é importante para nós! Participe! Ele nos inspiram, também!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s