Monty Python Em Busca do Cálice Sagrado (1975)

Monty Python and the Holy Grail_BrookinsVou recomendar um filme (e chover no molhado) que mudou para sempre minha vida (daquelas coisas de antes e depois, sabem como é…) e quase me matou… com 5 minutos de exibição (a contar dos letreiros) eu já estava quase sem respirar, com o peito arfante… por fim, acabei sentado num dos corredores laterais do extinto Cineclube Bixiga. Olhava em volta e percebia que não teria ajuda… todos estavam sofrendo as mesmas coisas que eu, com intensidades diferentes.

A partir daquele dia fiquei irremediavelmente viciado e, as vezes, me pego “encenando” trechos do filme… o pior é que os efeitos “nocivos” eram contagiosos e boa parte dos meus amigos apresentam os sintomas…

O filme???

Monty Python Em Busca do Cálice Sagrado.

Niii…
Salve o fígado do Brave Sir Robin!
E… qual a velocidade de uma andorinha em vôo?

Por: Marco Antonio Xavier.

Monty Python Em Busca do Cálice Sagrado (Monty Python and the Holy Grail). 1975. Reino Unido. Direção: Terry Gilliam e Terry Jones. Gênero: Comédia. Duração: 91 minutos. Baseado de forma irônica na lenda da busca do Rei Arthur para encontrar o Santo Graal. Elenco:
– Graham Chapman (Rei Artur / Deus / Cabeça do meio),
– John Cleese (Cavaleiro Negro / Sir Lancelot, o Bravo / Tim),
– Eric Idle (Sir Robin, o Não-tão-bravo-quanto-Sir Lancelot / Concorde / Irmão Maynard),
– Terry Gilliam (Patsy / Cavaleiro verde / Sir Bors),
– Terry Jones – Sir Bedevere / Príncipe Herbert (voz),
– Michael Palin (Dennis / Sir Galahad o Puro / Narrador / Rei do Castelo no Pântano / Irmão do Irmão Mynard / Líder dos Cavaleiros que falam NI!).

Sinopse: A história se passa durante a Idade Média, na Inglaterra, onde o Rei Arthur parte numa jornada em busca de pessoal para formar o grupo conhecido como os Cavaleiros da Távola Redonda. Quando consegue formá-lo, recebe a missão divina de encontrarem o cálice sagrado, que está escondido em algum lugar do reino britânico.

Anúncios

9 comentários em “Monty Python Em Busca do Cálice Sagrado (1975)

  1. Texto curto para tão excelente filme! E se você gostou de “Cálice Sagrado” eu recomendo todo o “Flying Circus”.
    – How to know that she’s a witch?
    – Well… you want to burn her, so… what else burns?
    – Wood!
    – Ok… and wood floats. And what else floats?
    – Hmmm… A DUCK!
    – Sure! Than, if her weight is the same as a duck, she is a witch!
    – YEAAAAH!!!! BURN THE WITCH!!!!

    Curtido por 2 pessoas

  2. Meu caso é pior. Eu era projecionista do Cineclube Bixiga naquela época. Projetei o filme 4 vezes por dia durante duas semanas. Não sei como sobrevivi. Só parei de rir um mês depois, quando me deparei com um coelho assassino na saída do Cineclube.

    Curtido por 2 pessoas

Seu comentário é importante para nós! Participe! Ele nos inspiram, também!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s