A Saga Crepúsculo: Eclipse

eclipse

Se o objetivo da saga Crepúsculo era metaforizar a transformação de uma garota em mulher, talvez tenha sido alcançado no livro, de alguma forma – o texto é ruim que dói – mas no cinema, a coisa tem se mostrado outra. Ao invés de passar essa mensagem a um publico jovem e deixá-los com informação e não só vampiros versus lobisomens e um amor por uma mulher. A história prega a castidade e a boa conduta. Tudo bem, mas quando vira piada e tudo é mostrado de forma caricata, tem algo errado.

No primeiro filme, tivemos a mão feminina de Catherine Hardwicke, que evidentemente, não conseguiu levar o filme tão bem e restringiu a trama a seu público feminino e nem ao menos tentou expandir para outros públicos, como Harry Potter o fez, universalizando os bruxos e desenvolvendo com muita calma suas personagens. Com o sucesso estrondoso, veio a segunda parte, Lua Nova, e com ele a competente mão de Chris Weitz, esse sim, conseguiu fazer da saga algo chamativo. Tentando sair de tudo o que servisse de chacota para a série, fez o melhor filme até agora.

E dessa vez, David Slade comanda a coisa. E o irônico: seu trabalho mais expressivo foi a pequena pérola vampiresca 30 Dias de Noite, divertido, sanguinolento e com vampiros que eram vampiros. Ele veio para substituir Chris Weitz, que ocupado com a pós produção do segundo filme, teve que abandonar o 3°. Isso mostra que os produtores querem mais é resultados e não qualidade. Weitz ao menos conseguiu levar um pouco de sentimento para as telas. Slade não.

Slade na verdade até dosa bem o erotismo e o suspense, mas convenhamos, trabalhar com atores ruins e inexpressivos, que mantêm a mesma faceta apenas para arrancar gritos da meninada, é dureza. O que poderia novamente dar sentimento às cenas é mais uma vez ofuscado com o brilho precoce das estrelas adotadas. A família Cullen é apática. Quando aparecem, parece que estão num clip do Backstreet Boys ou posando para as fotos dos posters. O pai, parece o Roberto Justus, um marombado lá só faz pose de marombado, as garotas, são todas chatas, o cabludo, Jesper, é irritante e seus olhos esbugalhados assustam mais do que o personagem fantástico que representa e Edward (Robert Pattinson), motivo de o público feminino entupir as salas de cinema, com cara chupada e atolado de maquiagem, que só faz uma expressão pra tudo na vida.

Os lobos até são bacanas, utilizar a cultura indígena como base é interessante, mas fazer vários rapazes correrem sem camisa, com shorts apertados e mostrando uma intimidade um tanto quanto suspeita, é chato. Jacob (Taylor Lautner), bom, ele vem garimpando seu espaço e já ofusca o vampiro. Só que ele brilha quando está no sol, e quando ofuscado, parece implorar para brilhar também. Não acontece. Os vampiros mais malvados são tão péssimos quanto. Começo por Bryce Dallas Howard, filha de ninguém menos que Ron Howard. Não preciso comentar mais nada. Dakota Fanning, que há uns anos atrás era menina prodígio, é reduzida ao máximo, e ela parece pouco se importar. Xavier Samuel, que até poderia ser um vilão legal, também é reduzido, uma droga. E pra rolar mais piadas relacionadas ao fato de os vampiros brilharem de dia, eles são de vidro, frágeis, ui.

Mas o grande calcanhar de Aquiles chama-se Kristen Stewart.

Que menina chata. Irritante, sem graça, em alguns momentos feia, desontrolada, chata, inexpressiva, chata, mal vestida – e isso parece que virou moda – chata e ainda por cima, dá uma de indecisa no filme. Ela, Bella Swan, que deveria mostrar coragem e força, demonstra male má disposição pra lutar por algo que nem ela sabe.

E nesse novo capítulo da trama, ela se vê dividida entre dois amores: Edward e Jacob. Só que eles, pertencem a raças que se odeiam mortalmente. Ok, tudo bem, mas, porque essa indecisão toda? Sem o menor interesse em aprofundar sentimentos e sim encher as cenas de mel com açúcar, tudo passa no melhor estilo novelão. Mas não qualquer novelão. Imagine Malhação numa versão mexicana. Seria algo mais ou menos assim.

Todo mundo estereotipado, as conversas que relacionam temas como primeiro amor, virgindade, incertezas sobre a vida, casamento, essas coisas sérias que costumam serem implícitas em filmes assim, acabam passando como motivo de piada. O roteiro tão bem escrito faz o fato de Bella ser virgem uma grande piada; e o fato da castidade de Edward outra grande piada. Tudo o que o roteiro repleto de saídas fáceis e furos intermináveis quer (tipo, porque só Edward brilha no sol ou porque para proteger Bella da morte eles levam ela para o campo de batalha?), é por os 3 numa mesma cena. E isso rende momentos odiosos, como os 3 numa mesma barraca, ou os pitis que eles dão em momentos de ciúmes. Pitis esses hilários, vão por mim. Involuntariamente, claro.

E o terceiro filme, que eu esperava me surpreender cinematograficamente falando, só desembestou de vez o que já estava escrito estar perdido. A fotografia que foi tão boa no anterior aqui é nada menos que tosca e o som é em muitos momentos sem sincronia. Seria esse um filme feito às pressas?

eclipse2

A trilha sonora é até boa, tem bandas de muita qualidade como o trio Muse arrebentando, mas isso não salva filme, como já cansei de dizer.

Fui na esperança de ao menos manterem ou melhorar o que Chris Weitz tentou salvar dessa história. O que vejo é que se entregou de vez aos histéricos gritos das meninas e esqueceu de tentar expandir a obra. Uma lástima, só deixa nossa juventude cada vez mais na falta de filmes de qualidade.

Nota: 2,0
Cotação: *.

The Twilight Saga: Eclipse, EUA (2010)

Direção: David Slade.
Atores: Kristen Stewart , Robert Pattinson , Taylor Lautner , Billy Burke , Ashley Greene.
Duração: 130 minutos.

Anúncios

9 comentários em “A Saga Crepúsculo: Eclipse

  1. Pergunta básica: Porque vocês que adoram criticar TUDO da saga twilight , adoram também comparar DUAS COISAS COMPLETAMENTE DIFERENTES Que são Twilight e Harry Potter ? Sério… “porque só Edward brilha no sol ” você leu os livros , meu filho ? TODOS brilham no sol ¬¬ Aff eu mereço.

    Curtir

  2. Mas no filme só ele brilhou, você viu? Pra não dizer que não li o livro, eu tentei – juro – mas não saí do primeiro capítulo do primeiro, um porre dos inferno. E quanto a comparação, bom, é inevitável, uma vez que são adaptações de livros que fazem sucesso entre os jovens e claro, arrasam quarteirões no cinema. A diferença é que os filmes do bruxo – pelo menos os 4 primeiros – são ótimos e até agora esse Saga Crepúsculo só melou cueca. Enfim, se gosta, tudo bem, nada contra, mas também, vamo moderar aê no comentário. Um pouco de respeito à opinião alheia não dói.

    Abraço.

    Curtir

  3. Claro só ele brilhou porque deram destaque a ele brilhando.Se ao menos tivesse visto os comentários do David Slade saberia disso.Cara , você quer falar do filme e dos livros sem nem ao menos tem saído do primeiro Capítulo de Crepúsculo ainda por cima. É um romance , garotas se identificam com ele , e não é porque você e mais um monte de garotos (como sempre) acham m*rda , que é. É concerteza , eu não disse nada demais , eu também tenho uma opnião e a expressei. E concerteza não dói , mas observações também não.
    Beijo :}

    Curtir

  4. Aliás , os filmes não se comparam aos livros. Deveria saber disso. Porém , Kristen Stewart sendo má atriz ou não , ela ta se dando bem com sua atuação ruim não acha ?

    Curtir

  5. Ah outra dica , o “cabeludo” se chama Jasper. E ele vive “esbugalhado” porque ele é um dos mais novos e pra ele é difícil resistir a sangue humano. Sei lá , se coloque no lugar dele. Só isso…

    Curtir

  6. Sim, sim, nõ tiro sua razão, não faço parte do público alvo do livro, tampouco do filme, mas isso não me impede de expressar minha opinião não é, como você mesmo disse (:

    E bom, não li o livro porque realmente é chato, maçante, não rolou mesmo. Eu gosto de romance, mas quando bem escrito e sem a melosidade tão constante que tem nesses livros. Não acho um bom romance, mas sim um bom vendedor de livros. Tem a fórmula que vende e a autora ta mais rica com isso, mas o que fica? Nada. Além da cultura dos seres mágicos presentes ser distorcida de forma bruta, é tudo muito descartável e superficial. Não acho uma merda, acho muito fraco e não justifica o sucesso.

    E quanto à Kristen Stewart, ela é muito talentosa, veja filmes como Na Natureza Selvagem ou o recente The Runaways, onde ela arrebenta e nem lembra a sonsa e apática Bella Swan. No livro a menina ao menos trabalha suas inseguranças, no filme ela é sonsa e funciona como objeto de cena, já que vão ao cinema apenas pra ver o embate tosco entre vampiro e lobisomem.

    Quanto ao Jesper, é eu sei, mas prefiro os delírios famintos de Louis de Pointe du Lac (Brad Pitt em Entrevista com o Vampiro), bem melhor. Ou até mesmo os vampiros famintos de A Rainha dos Condenados. São bem mais assustadores, e olha que é bem ruinzinho esse filme.

    E bom, sem querer fazer nenhuma comparação, O Iluminado de Stanley Kubrick é melhor que o livro, e o livro é uma droga. O que poderiam ao menos fazer era isso com a Saga Crepúsculo. É só um pouco de qualidade que se pede.

    Curtir

  7. Eu já vi esse filmes , eu sou fã dela desde 2005. Por isso eu a defendi , porque ela é ótima atriz sim. E isso de que ela só serve de objeto de cena não é verdade , porque muitos fãs dela vão apenas pra vê-la. Como eu. E bem , eu acho isso de dizer que vampiros TEM QUE SER assustadore meio limitado. ;s Porque ninguém é obrigado a se manter num padrão já feito. E acho que se pode muito bem criar algo novo. Aliás ninguém vive de passado. E quanto ao livro ser maçante ou não , tem gente que gosta cara , você acha isso e milhões , mas tem mais milhões que acham um bom livro. É uma questão de opnião , e eu como faço parte da segunda opção de milhões , só vim aqui deixar minha opnião rs.
    “E bom, sem querer fazer nenhuma comparação, O Iluminado de Stanley Kubrick é melhor que o livro, e o livro é uma droga. O que poderiam ao menos fazer era isso com a Saga Crepúsculo. É só um pouco de qualidade que se pede.”
    Pra atingir a massa , não precisa de qualidade ;~ Eles tão pouco ligando pra saber se o filme tá bom ou não , eles querem é ganhar dinheiro com isso e não se importam exatamente com os fãs do livros e da história. Isso eu preciso admitir , porque um exemplo é o primeiro filme , que saiu horrível mas arrecadou num sei quantos bilhões…Você percebe isso , numa comparação a música. Mas enfim , eu amo mesmo a Kristen não exatamente os filmes , mas os vejo por causa dela.

    Curtir

  8. Então, eu ter dito que ela serve mais como objeto de cena é porque, bom, Jacob sem camisa rouba mais a atenção do que os dramas dela, e qualquer close na cara do Edward rende mais gritos e atenção do que ela chamando atenção. E como os tres dividem mais cenas juntos, ela pouco aparece, o diretor chega a priorizar mostrar eles do que ela, foi mais ou menos isso que quis dizer. E ela é realmente grande atriz, mas nessa Saga ela tá bem ruinzinha. Já quanto aos vampiros, bom, continuo minha visão xiita. Não vejo graça distorcer a mitologia deles a esse nível. E bom, concordo muito com isso: “Pra atingir a massa , não precisa de qualidade ;~ Eles tão pouco ligando pra saber se o filme tá bom ou não , eles querem é ganhar dinheiro com isso e não se importam exatamente com os fãs do livros e da história. Isso eu preciso admitir , porque um exemplo é o primeiro filme , que saiu horrível mas arrecadou num sei quantos bilhões…Você percebe isso , numa comparação a música”. Por isso tão arrecadando tanto em bilheteria…

    Curtir

  9. É , mas sei la , acho errado voce generalizar as coisas e dizer que os vampiros sao ruins so porque eles brilham. Porque e como dizer que vampiros nao sao assim e tipo , alguem sabe como vampiros sao ? Er.Nao. Simplesmente porque eles nao EXISTEM. Se alguem criar um vampiro com sangue verde. Crie!Mas beleza. So vim deixar claro porque se tem algo que nao suporto e quando criticam a Kristen sem motivo.Nao que voce tenha feito isso.

    Curtir

Seu comentário é importante para nós! Participe! Ele nos inspiram, também!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s