Solomon Kane – O Caçador de Demônios (2009)

Por: Fabio Guastaferro.
Para quem não sabe Salomon Kane é um personagem criado pro Robert Ervin Howard, criador também do personagem Conan O Barbaro, este com mais expressão. Hoaward antes escrevia contos fantásticos para revistas que anos mais tarde foram adaptados em quadrinhos, e dos seus quadrinhos veio os filmes. Salomon Kane, ou Salomão Kane, como foi publicado aqui no Brasil na revista A Espada Selvagem de Conan é a mais um de seus personagens que ganha as telas de cinema. Para curiosidade, Kull o Atlante, também é uma de suas criações que virou filme.

Para quem não sabe sou um grande apreciador dos personagens deste escritor que morreu em 1936, e tenho orgulho de uma coleção de quadrinhos publicados pela Abril jovem com quase 400 exemplares, muitos destes com as historias de Salomão Kane.  Quando fiquei sabendo sobre o projeto de se fazer um filme de um personagem, digamos, pouco expressivo, já que acredito, poucos aqui devem conhecer os quadrinhos deste, eu fiquei primeiramente surpreso, e depois com o pé atrás, mas ainda assim feliz pela oportunidade de ver nos cinemas um dos personagens que mais me agradou ler.

Infelizmente, como havia previsto, o filme deu uma distorcida na historia do herói, ou melhor, anti herói, criando para ele uma origem, e em minha opinião mudando um pouco a essência do verdadeiro personagem. No filme Salomão é um guerreiro conquistador que lidera um exercito matando e saqueando tudo que encontra pela frente. Logo ele é punido sendo entregue ao diabo, mas busca redenção pelos seus pecados se tornando um servo de Deus.  Isso no contexto do século XVI, época das navegações, Idade Media e Inquisição. Neste mundo a maldade anda solta pela Europa em forma de demônios, bruxas, vampiros, feiticeiros, e toda a horda de amaldiçoados que povoam as aventuras fantásticas.

O problema do filme que apesar de ter um ótimo personagem em minha opinião e o seu excesso de clichês, ele já começa de forma previsível, tentando focar na ação, que alias até que vai bem neste quesito mas destoa muito do roteiro, fazendo deste apenas um pretexto para lutas coreografadas. Além claro, de um dos piores clichês que eu acho, o do mocinho invencível, que enfrenta um exercito sem nem mesmo despentear o cabelo. Outro ponto pitoresco do longa foi o demônio transformers.  Os CGs entram é sai nas cenas meio que sem muita razão. Mas ainda assim, mantém o clima de ocultismo que permeia as historias nos quadrinhos, com a ajuda de uma ótima fotografia, trazendo aquele universo de destruição e maldade mais para próximo das HQs.

Aproveitando que falei sobre o personagem nos cinemas, vou me estender um pouco mais e falar sobre o dos quadrinhos que tem historias geniais com um apelo dramático incrível fora a construção do personagem que diferente do filme, é um fanático religioso disposto a matar em nome de Deus. O próprio se auto-intitula “O Veiculo da Ira de Deus”.  Infelizmente Robert E. Howard não escreveu a origem do personagem, já partindo diretamente para suas aventuras, assim como fez com outras de suas criações, e até onde vai meus conhecimentos nunca se publicou nada sobre o passado deste guerreiro espadachim. Tudo que se sabe que ele foi criado e treinado na arte da esgrima, se tornando mestre, assim como doutrinado na igreja puritana inglesa, e partiu pelo mundo executando os inimigos do Senhor. Diferente do herói mostrado no filme, Kane enfrentava muitos homens comuns e sempre em nome de Deus os matava sem piedade,  porem não era um guerreiro invencível, pois foi escravo por 2 vezes que esteve no continente africano.  Alem de enfrentar mal feitores, ele também enfrentou bestas feras como lobisomens,  vampiros, demônios súcubos bruxas e feiticeiros. Sempre tentando defender ou vingar a morte de um inocente.

Acredito que se o filme tivesse focado mais nas HQs poderia ter um ótimo roteiro, fazendo proveito da intolerância religiosa que até hoje mata-se e muito em nome de Deus. Assim, superando  outros personagens que tem temática parecida como Van Hellsing e Constantine.  Ao mesmo tempo em que me decepcionei com o filme fiquei feliz por me lembrar deste personagem que tanto apreciei ler, e ainda gosto muito.  Espero que com o filme volte a publicar HQs do personagem,  como as antigas. Até então vou reler as que tenho o orgulho de ostentar na prateleira.

http://www.cronicasdacimeria.hpg.ig.com.br/kane.htm – Um ótimo texto sobre o personagem para quem quiser saber mais.

Por: Fabio Guastaferro.

Salomon Kane – O Caçador de Demônios. 2009. França. Direção e Roteiro: Michael J. Bassett. Elenco: James Purefoy (Salomon Kane), +Cast. Gênero: Ação, Aventura, Fantasia. Duração: 104 minutos. Baseado em HQ de Robert E. Howard.

Anúncios

Um comentário em “Solomon Kane – O Caçador de Demônios (2009)

  1. Gostei do texto, conseguiu expressar em poucas palavras muitas coisas que creio a maioria do público, inclusive eu, desconhecia do puritano. Quanto ao filme, bom eu achei que ficou bom, poderia ter ficado melhor sem tantos clichês como você, geniosamente falou, mas acho que a distorcida no persongem até que foi benéfica, porque sempre gostei das histórias de salomão Kane mas confesso que o fanatismo dele o tornava um tanto quanto chato em minha sincera e pessoal opnião. Mas enfim, parabenizo-o pelo artigo bem feito e pro sua coleção da qual admito certo inveja de você… rsrsrsrs. Brincadeiras a parte, boa sorte com seus gibis e artigos amigo que assim como eu, adora a obra de Robert. E Howard.

    Curtir

Seu comentário é importante para nós! Participe! Ele nos inspiram, também!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s