Cinema, a Grande Fábrica de Sonhos

Sempre acreditei que um filme não se resume pura e simplesmente em uma única palavra ou frase “gostei”, “não gostei”. Há muita coisa envolvida que supõe minha vã filosofia além dessa fronteira que começa antes mesmo da elaboração da idéia pelo seu criador até a consumação da matéria prima final.

Aprecio a ideia original em um filme, aquela história que parece que ninguém ainda tinha pensado. Vejo de tudo um pouco, não importa o gênero. Sou criticada quando digo que aprecio determinado filme de terror. Tem gente que não entende. Não vou citar título ou nome de diretor, mas é um desses que tem continuação 2, 3, 4… Acho que aqui nem é pelo fato de entender ou não.

A ideia do diretor de “Dogville” (Lars Von Trier)  foi boa e  independente de qualquer coisa, pode-se tirar algum ensinamento. Um filme sempre tem uma mensagem que, se não servir para mim, serve para alguém.

E eu também gosto da ideia de ser feita do mesmo material desse sonho…

Karenina Rostov

Anúncios

Seu comentário é importante para nós! Participe! Ele nos inspiram, também!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s