Lady Gaga Born This Way Ball Tour in Rio (2012)

Stefanie Germanotta, mais conhecida como Lady Gaga é jovem, nasceu em 1986 em contraponto com os cinquenta e poucos anos que sua inspiradora (embora não admita) Madonna carrega.

Born This Way Ball Tour” iniciou os primeiros acordes da ópera pop por volta das 22:30h. Finalmente é desvendado o imenso cenário medieval que não é nada deslumbrante, mas que bem iluminado transforma-se num belo castelo. Uma historinha começa a ser contada sobre um ser alienígena que nasce da cópula (simulada no palco) da líder do planeta GOAT (Goverment Owned Alien Territory) e um dos seus servos. Em off, uma mensagem é ouvida do tal território avisando que Lady Gaga escapou com uma ordem – Matem a puta!

De uma vagina gigante e tosca, nasce a criatura que ela mesma não sabe definir.

-Não sou um homem, nem mulher, nem alienígena, eu sou vocês!” Tenta explicar. E em vários momentos, instiga o povo a imitarem seus dedos tortos em garra como se tivessem artrite severa. A música “Born this Way”, criada para virar um hino gay visto que exalta quem é diferente, é executada com vigor e leva a plateia molhada de chuva ao delírio. No primeiro ato ainda canta o super-hit “Bad Romance” no meio de outras músicas de seu último (e mais fraco) disco. Seguem destacados “Just Dance” e “Telephone” que continuam empolgando.

Muito simpática e irreverente, Lady Gaga, metida em roupas inacreditavelmente feias e exuberantes (embora com as assinaturas da marca Versace e Armani), agradece ao público por ter pago caro pelo show. Logo pergunta quem vai trabalhar no dia seguinte, um sábado. Uma multidão empolgada levanta a mão. Ela não titubeia e ao invés de um acalanto, dispara um sonoro “I don’t give a fuck”. E continua argumentando que ela própria também vai trabalhar cantando e dançando, por isso ela não se importa. Também contou que viu Deus na favela que visitou e que o Rio é uma cidade cheia de paz. Será que ela tem ideia do que é morar ali no Cantagalo?

Mais música para divulgar o CD que dá nome à turnê e entre elas, Lady Gaga escolhe no meio do público três felizardos aparentemente bem pobres para cantar com a diva “Hair” ao piano. Neste momento, ela borra toda a maquiagem aos prantos junto com seus convidados emocionados que não param de chorar um só instante. “Eu nunca estive tão feliz como neste exato momento.” Exagera a cantora. Se ela não for uma exímia atriz, foi um pico de emoção genuína.

No quarto ato, todo mundo pulando e dançando com os sucessos “Americano” (vestindo a famosa roupa de carne), “Poker Face” e “Alejandro”. Nesta última canção, Gaga arrisca pronunciar nomes brasileiros no meio da letra. Coisas são atiradas no palco o tempo todo, mas ela mantém o humor e mostra um celular perdido ao público perguntando displicente: “De quem é esse telefone?”

No quinto e último ato, acontece um dos momentos mais bonitos e emocionantes do show quando é cantada a belíssima “Paparazzi” pela cantora e pela monstruosa Mother G.O.A.T. que surge flutuando numa réplica animatrônica distorcida do rosto da própria artista, presa numa espécie de diamante em néon num curioso efeito tridimensional assombroso e bizarro. No final, a criatura é morta pela própria Lady Gaga e se esvai em sangue numa imagem medonha. Seria mais uma metáfora? O ser concebido eliminando quem a criou e inspira? Vai saber.

A animação continua com a dançante “Sheibe” e deveria terminar com o bis da não menos vibrante “Marry the Night” que fecharia bem o espetáculo. Mais uma vez ela seleciona um grupo de pessoas bem humildes para subir ao palco e participar da intrincada coreografia atrapalhada pela preocupação dos eleitos em tirar fotos no meio da confusão. Mesmo assim, seria um grande final! No entanto, por uma decisão infeliz, tudo termina com a pálida e desconhecida “Cake like Lady Gaga” num triste anticlímax. Nada que frustre seriamente os monstrinhos de Gaga, que deixam o lugar com pouco ou nada para reclamar. Foi mesmo uma grande noite.

Por Carlos Henry.

Anúncios

2 comentários em “Lady Gaga Born This Way Ball Tour in Rio (2012)

Seu comentário é importante para nós! Participe! Ele nos inspiram, também!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s