Madonna – MDNA TOUR in Rio (2012)

madonna-mdna-2012MDNA é o nome do último álbum de Madonna e também intitula a nona turnê mundial que ela traz ao Brasil. A referência às letras do pseudônimo de Marie Louise Ciccone pode ser facilmente confundida com o componente ativo da droga “ecstasy” que é o MDMA. Madonna nunca para de gerar polêmica. É disso que ela sobrevive. E também de muita competência e disciplina.

Ameaça de chuva, uma apresentação morna de DJs brasileiros e um longo atraso deixaram a multidão de quase 70 mil pessoas bastante impaciente. Pouco depois das 23h, a irritação no Parque dos Atletas (RJ) é magicamente dissipada com os primeiros acordes do canto gregoriano do grupo Kalakan que abre o maior espetáculo já produzido para um artista solo. Dava para sentir uma impressionante e rara qualidade de som ecoando no espaço aberto. O clima agora era de expectativa e festa.

MDNA TOUR 02dez12 the crossA ópera pop (formato de encenação com músicas e roteiro criado por Madonna nos anos 90 e vastamente copiado) começa com uma belíssima catedral esfumaçada projetada em altíssima definição e com a perspectiva cuidadosamente planejada dando uma ilusão estonteante da coisa real. O soar do sino e o balanço do imenso incensório espalhando a fumaça anuncia a jornada da escuridão para a luz. Uma verdadeira descida aos infernos de uma pecadora até alcançar a redenção. O canto religioso continua até Madonna partir o confessionário de vidro com um rifle e sair cantando “Girl Gone Wild” numa apresentação à altura da abertura grandiloquente com sua trupe de bailarinos exímios.

O show continua com “Revolver” e “Gang Bang” numa atuação violenta em cenário de hotel quando Madonna se “defende” de um dos dançarinos que invade o quarto numa briga violenta magnificamente coreografada que acaba em morte. Tarantino puro. Seguem a animadas “Papa Don’t Preach” e “Hung Up”. Entre interlúdios magníficos são exibidos trechos de sucessos antigos e imagens de outras épocas da cantora. Madonna aparece vestida como chefe de torcida (majorette), com bastão, pompoms, um grupo de “cheerleaders” e tudo para dar um recadinho debochado à suposta rival Lady Gaga quando canta “Express Yourself” mixada com “Born This Way” (acusada de plágio por ser muito parecida com a primeira) e seguida de “She’s not me”.

MDNA TOUR 02dez12 the son Rocco RitchieSem deixar a plateia esfriar em nenhum momento continua com a apresentação arrebatadora de “Give Me All Your Luvin”. Neste momento, uma banda flutuante vestida no mesmo estilo surge entre o cenário, marchando suspensa no ar tocando instrumentos de percussão enquanto a dança continua no palco numa composição inacreditável. A ótima “Turn up the Radio” é cantada com Madonna na guitarra e “Open your heart” conta com a participação tribal do trio Kalakan. Neste instante, o filho adolescente da estrela, Rocco Ritchie dança vigorosamente com ela remetendo a um dos clips mais bonitos já feitos.

A delicada balada “Masterpiece” é cantada com trechos no telão do filme “W.E.” que ela dirigiu e foi injustamente mal recebido pela crítica e público. Uma discreta seção erótica é iniciada com “Justify My Love” e “Vogue” com os seios da diva adornados com o famoso sutiã de cone da turnê de “Blond Ambition”, mas com cenas bem mais suaves do que outrora, condizentes com seus 54 anos (16//AGO/1958). Ela já é uma senhora, mas está em plena forma, bela como sempre e arrisca um discreto strip-tease após versões muito boas e sensuais de “Candy shop”, “Erótica” e “Human Nature”. Diria até que ela está cantando melhor que quando da última vez no Brasil em 2008. Sim, ela canta de verdade, entre espelhos que se movimentam no palco, removendo peças de roupa pela passarela em forma de “V” até dedicar a próxima canção a todas as “periguetes” do mundo. Trata-se de “Like a Virgin” cantada numa variação intimista ao piano enquanto ela revela a tatuagem de mentira nas costas: “PIRIGUETE” numa homenagem carinhosíssima à conhecida gíria brasileira. Descabelada e decomposta como uma dançarina de cabaré, Madonna termina o número pedindo dinheiro. Os súditos obedecem e ela recolhe, submissa, os dólares e reais jogados no chão após ter a cinturinha apertada com um colete por um bailarino sem camisa até ficar sem ar. A plateia também está sem fôlego quando o número termina com ela e o pianista sumindo no palco mágico.

MDNA TOUR 02dez12 the looksNo último bloco há uma assombrosa colagem de imagens fortes políticas do panorama atual ilustrando “Nobody Knows Me”. Destaque para os jovens mortos vítimas de “bullying” no telão com exibição de um esporte novo da moda, o “slackline” feito com malabarismos em cordas esticadas. Ela já havia lembrado ao público sobre a necessidade de mudança individual para a promoção da paz no mundo num belo discurso. Já vestida num deslumbrante modelo incrustado de cristais Swarovski, o espetáculo continua com as dançantes “I’m addicted” e “I’m Sinner” do último álbum enquanto surfistas de trem se equilibram em vagões que percorrem trilhos na Índia numa ilusão de movimento estonteante. O palco modifica-se com cubos coloridos em movimento e muitas luzes numa atmosfera feérica preparando-se para o grande final. O perdão da pecadora chega afinal através do emocionante coral de igreja entoando o sucesso “Like a Prayer” com a plateia inteira em uníssono. No ecoar dos sinos, Madonna retorna para fechar a megaprodução com “Celebration” mixada com trechos de outros hits numa grande festa com a trupe inteira.

E acabou! Nem adianta espernear! Como todos sabem, os shows da rainha são meticulosamente projetados sem espaço para o BIS. E precisa?

Carlos Henry.

Anúncios

Seu comentário é importante para nós! Participe! Ele nos inspiram, também!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s