Série: Sessão de terapia (2012 / )

sessão-de-terapia_theoPor Leandro Salgentelli.

sessao-de-terapia_selton-melloGeralmente quando temos algum problema emocional ou físico, recorremos a alguns mediadores de respostas. Fazemos isso na boa intenção de buscar algo, uma segunda visão da qual muitas vezes nós mesmos não conseguimos ver. Buscamos essa ajuda através de Deus, religiões, médicos ou psicanálise. Uma analise é feita da nossa própria jornada. Confessamos nossos traumas, medos, segredos, em busca de uma alternativa ou uma intenção para compreensão. Não é à toa que acompanho a série “Sessão de terapia”, dirigido por Selton Mello, protagonizado por Zécarlos Machado interpretando o Psicanalista Dr. Theo Cecatto, que, agora, no inicio de agosto iniciará a 3º Temporada no canal GNT. Estar confinado e saber o que acontece com pessoas aparentemente lúcidas — uma ambição, eu diria.

Sentado no divã é como fazer uma confissão, é rasgar o peito e se abrir de tal maneira que muitas vezes nem nós mesmos não compreendemos o fato daquilo que estamos falando. É por isso que muitas pessoas logo após a primeira sessão numa mais voltam. O medo que toma ao olhar para si mesmo é a sensação de loucura.

Tenho vários amigos que afirmam a dizer que jamais passaria com um analista para saber de uma teoria da qual já sabem e que, segundo eles, encontrar o terapeuta na rua, o mesmo que sabe de sua vida toda: “Não, obrigado. Terapia é para loucos”. E, em contrapartida, sabemos que o valor de uma sessão não é lá muito associável com o nosso bolso. Terapia fica para outra vida. Mas, como sou fã de psicanálise e de tudo aquilo que me faz refletir sobre algo, sento na primeira cadeira e não perco o espetáculo.

Algumas pessoas passam anos fazendo analise, abrindo e fechando feridas. Numa busca de curar a alma das aflições que vamos tendo ao longo do tempo. Não há um tempo determinado para ficarmos pronto e ganhar alta desse processo introspectivo. Não sabemos se é um ano, dois; três, 8. A análise buscar e rebuscar a essência de nós mesmos. O processo é lento, mas transgressor.

sessão-de-terapia_agenda-theoSessão de Terapia, caso você ainda não tenha acompanhado, mostra como somos nós ao se abrir, como é complicado falar de si mesmo e como é difícil encarar algumas verdades sobre quem somos e por que somos. Já dizia os psicanalíticos: tudo há uma resposta. Ou seja, tudo há uma explicação, no fundo, no introspectivo, o quebra-cabeça se encaixa.

A mulher que diz que não tem magoa de ninguém, no fundo ela apenas está camuflando a verdade sobre si mesma. O homem blindado, no fundo ele simplesmente tem medo de demonstrar o seu lado frágil. Quem diz que nunca magoou ninguém, porque de alguma forma nunca se exaltou, no fundo não percebeu que silêncio demais também machuca. Quem tem bondade excessiva, tem maldade escondida.

O homem que é muito controlador, no fundo tem medo do desequilíbrio. A mulher que é muito medrosa, no fundo continua sendo aquela criança teimosa. O homem que tem muita certeza, no fundo tem medo da dúvida. A mulher que se apegou a tristeza, no fundo ela apenas está justificando sua existência.

Pois é, somos um abismo. Somos um oceano de sentimentos cheio de fúria, a nossa dor fala, e fala alto. Se a gente desse espaço para o introspectivo e mergulhasse no fundo de dentro de nós, enxergando de outra forma as causas que nos aconteceram e deixasse vir à tona toda verdade, veríamos a cura para dor existencial. E se a gente percebesse que nunca estaremos prontos, que sempre haverá outras frustrações, deduzo que nem precisaria de terapia. Mas como disse Freud, há um bom tempo atrás: Nenhum ser humano é capaz de esconder um segredo. Se a boca se cala, falam as pontas dos dedos.

Sessão de Terapia. Brasil. Direção: Selton Mello. Início 2012. Baseada na Serie israelita BeTipul, do psicanalista Hagai Levi; e na versão americana da série, In Treatment. A 3ª Temporada (2014) conta com roteiros originais, uma vez que a a Série original teve apenas duas temporadas.

Anúncios

Um comentário em “Série: Sessão de terapia (2012 / )

  1. Nas primeiras temporadas eu vi alguns episódios… Comecei mesmo a seguir nessa nova temporada. Mas pelas reprises dos finais de semana por englobar todos os cinco episódios…. Não sei se por achar a Análise algo longo demais…

    Acho que eu tenho que trabalhar minha impaciência 😀

    Curtir

Seu comentário é importante para nós! Participe! Ele nos inspiram, também!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s