Últimas Conversas (2014), de Eduardo Coutinho

ultimas-conversas_de-eduardo-coutinho_2014Por Carlos Henry.
Em complemento ao notável filme de Carlos Nader, surge mais esta relíquia, Últimas Conversas, fruto dos últimos trabalhos de Eduardo Coutinho. No caso, esta obra inacabada devido à morte repentina do cineasta, conta com a já conhecida e impecável montagem de Jordana Berg e uma versão final e definitiva assinada por João Moreira Salles.

eduardo-coutinho_ultimas-conversasO feliz resultado é mais um tributo ao genial processo criativo do documentarista, neste caso, visivelmente contrariado com um projeto envolvendo estudantes adolescentes. A proposta inicial de Coutinho era rodar um filme com crianças, mas a ideia foi alterada por questões jurídicas. Este conflito e insatisfação com o rumo do projeto aparecem no início do filme e tornam o entrevistador bem mais falante, irônico e cáustico do que o habitual tornando a obra um pouco diferente de sua filmografia.

Ainda que visivelmente incomodado com o trabalho, o cineasta abusa do seu já conhecido “bom mau humor” para tentar arrancar pérolas dos adolescentes com quem conversa. Afinal acaba conseguindo a fórceps algumas lágrimas, revelações, depoimentos confusos próprios da idade, silêncios curiosos e até uma surpreendente interpretação da música “Listen to Your Heart” da banda Roxette.

ultimas-conversas_2014A crise de Coutinho parece chegar ao final quando surge a menina Luiza de apenas seis anos que parece iluminar o estúdio com sua graça e espontaneidade. Espirituoso como sempre, ele conduz a última entrevista bem mais satisfeito, certo de que faria um trabalho muito melhor se pudesse ter realizado um filme somente com crianças como tinha imaginado no início. Exalta a divertida interpretação que Luíza confere a Deus e abraça a menina que parecia muito à vontade naquela altura a ponto de voltar para se despedir com uma mesura típica da classe alta. Todos se divertem inclusive a plateia. Naquele momento, o artista deve ter imaginado que poderia voltar com a ideia original das crianças num futuro próximo. Infelizmente não deu tempo.

Anúncios

5 comentários em “Últimas Conversas (2014), de Eduardo Coutinho

  1. Últimas Conversas é belíssimo!

    Nos leva a conhecer de perto como o Diretor Eduardo Coutinho fazia os seus Documentários. Abordando questões delicadas, mas ao mesmo tempo necessárias.
    Nesse leva jovens a exporem questões como intolerância racial, sexualidade, abusos… Intimidades… Quando momentos antes pareciam já saberem de tudo da vida de adultos que ainda adentrariam nelas.

    É uma bela despedida a um dos maiores diretores da história do cinema brasileiro.

    Curtir

  2. Pingback: O Último de Eduardo Coutinho |

  3. Pingback: “Últimas conversas” | As Cores do Concreto

  4. Pingback: Resenhando: Últimas Conversas de Eduardo Coutinho | Histórias de Imigrantes

  5. Pingback: Entrando no clima do documentário… | Por Trás Da Máscara

Seu comentário é importante para nós! Participe! Ele nos inspiram, também!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s