Salve me quem puder (Jumpin´Jack Flash. 1986)

salvemequempuder

Parece incrivel, mas este é o primeiro filme de Whoopi Goldberg na comédia. Dificil, por que ela é naturalmente engraçada, timing para qualquer texto e normalmente a vemos interpretando personagens densos.

Uma operadora entediada na função de só mexer com computador (Whoopi Goldberg) em banco de repente começa a receber mensagens estranhas em seu PC. Desconfiada de alguem de dentro da empresa, no fim decobre que é uma pessoa estranha, desconhecida de algum lugar do mundo que está pedindo uma desesperada ajuda, mas não pode se revelar e depende dela para manter contatos com os outros informantes nos EUA. Enfim ela se envolve com o anonimo, ganhando a confiança dele inclusive emocionalmente e decide ajuda – lo. Ela apenas nao sabia que a coisa era maior do que pensava: o “excitante” mundo de intriga internacional. Com o tempo o estranho assume o codinome de “Jumpin’ Jack Flash”, e explica que é um espião britânico em perigo na Europa Oriental. De um dia para outro, ela se vê enfrentando as arapucas clichês e engraçadas dos mais mortais membros da espionagem internacional.

Esta comédia inteligente cheia de suspense e perigosamente divertida principalmente com os ataques com a frigideira q a Woolpi faz para se livrar dos bandidos, alem da vida de solteira levada na forma do que chamamos hoje de Adultecentes.

A musica é dos Rollling Stones, mas esta ao som de Aretha Franklin.

Não foi sucesso de cinema, mas para DVD em casa é recomendadíssimo.

Direção: Penny Marshall
Elenco: Whoopi Goldberg, Stephen Collins, Jonathan Pryce, John Wood, James Belushi, outros
Genero: comédia e ação,
Colorido, EUA, 105 min

por Cris Barros

Anúncios

Trainspotting – Sem Limites (1996)

Trainspotting_b

É um filme tão absolutamente chocante, tresloucado, insano, que o melhor é assisti – lo às 2 da manha num pre – porre. Brincadeira gente!

Apologia ao uso das drogas e a total perda de limites entre a realidade e as alucinações em que um grupo de jovens se envolvem, inclusive uma jovem que é mãe e cujo bebê vive entre eles. Estou para ver no cinema cena pior do que o bebê largado no berço com a mãe drogada em qualquer lugar da casa, quando um dos junckers tem uma fração de lucidez ao avistar a criança. De brochar até quem tiver pensando num fumacê pós filme.

Em Edimburgo, em uma casa, para escaparem da moderna vida tediosa e do dia-a-dia frustrante da cidade, um grupo de jovens resolve se entregar à heroína. As consequências chegam em pouco tempo, e a ruína para eles não será pequena.

Em minha opinião, na mesma proporção que os ingleses fazem as melhores tiradas de humor, eles consequem criar climas soturnos, sombrios, deprimentes, cinzentos que não existe nas produções cinematográficas no mundo.

Filme recomendadíssimo. É um cult.

Transpotting – Sem Limites (1996).
Direção: Danny Bole

Elenco: Ewan Macgregor, Paul lynch, Roberto Carlyle, Jonny Lee Miller
Origem: Reino Unido, colorido, 94 min
Conteudo: de tudo um pouco.

Por motivos aleatorios a minha vontade, nao consegui deixar aqui a lista do soundtrack.
Comprem o dvd. comprem o cd!

Just a perferct day (velvet underground)

Just a perfect day
Drink sangria in the park
And then later when it gets dark we go home
Just a perfect day
Feed animals in the zoo
And then later, a movie too and then home
Oh it’s such a perfect day
I’m glad I spend it with you
Oh such a perfect day
You just keep me hanging on
You just keep me hanging on
Just a perfect day
Problems all left alone
Weekenders on are own
It’s such fun
Just a perfect day
You make me forget myself
I thought I was someone else
Someone good
Oh it’s such a perfect day
I’m glad I spend it with you
Oh such a perfect day
You just keep me hanging on
You just keep me hanging on
You’re going to reap
Just what you sow
You’re going to reap
Just what you sow
You’re going to reap
Just what you sow
You’re going to reap
Just what you sow

por: criz barros

Pulp Fiction (Tempos de Violência. 1994)

Pulp-Fiction-8

Do cultuadíssimo Quentin Tarantino.
?
Quando o filme chegou no Brasil, apesar de extremamente violento, foi quase a apoteose do carnaval. Que a cena Jules Winnfrield (Samuel L. Jackson) pregando um versículo do Ezequiel para depois metralhar os devedores era muito louca, que a cena da dança no baile era fantastica, enfim um monte de coisas.

Na medida em que fui ouvindo comentários do filme, fiquei “horrorizada” a cada cena de violencia q alguem me contava. Nao iria assisiti – lo. Mas como ganhei de presente, assisti nesse final de semana – e quase ronquei no filme de tão chato e tedioso que ele é.

Com todo respeito a este blog, aos leitores do blog e aos milhares de fãns do Quentin Tarantino e do filme.

Quentin Tarantino fez esse filme porque conseguiu 3 coisas: reuniu um grupo de atores excelentes, conseguiu montar roteiro usando 100% cliches de toda espécie que nada faz sentido com nada, e por fim desaba merchandising de todo tipo de fast food entre outras marcas que nao lembro agora.

Porem Quentin Tarantino tem o mérito nota 10 por ter feito de Jonh Travolta a fenix de Hollywood. Travolta tentou inumeros papeis no cinema desde ” Os embalados de sabado a noite” sem grande sucesso, alem do tempo que modificou o físico, onde deixou de ter um corpo de bailarino para ser mais massudo. Muitas fãs devem ter se assustado ao reve – lo. Mas com o tempo o sex appel voltou a arrasar.

Vincent Vega (John Travolta) e Jules Winnfield (Samuel L. Jackson) são dois assassinos profissionais que vivem de cobrar divida de viciados e outras dividas. Diz ai a sociologia, psicologia ou sei la mais o que, que todos nós, apesar de sermos estranhos uns aos outros, estamos ligados de forma direta ou indireta. Neste filme , apesar de estorinhas diferentes dos personagens, as drogas os une de alguma forma atraves de Vincent e Jules.

A bela Mila Wallace (Uma Thurman) passa 100% do filme cheradíssima. Realmente a sequencia da overdose em q ela se enfia e quase morre ate a histeria de Vincent em recussita – la é uma coisa de louco – afinal ela é a mulher do chefe e ele ficou encarregado de cuidar dela na ausendia dele.
Bruce Wills, no sempre papel vigoroso, é um lutador de box. Creio que inventaram um papel para ser mais um nome de peso no elenco do filme.

Pulp Fiction foi considerado um dos mais importantes filmes americanos dos anos 90 e teve sete indicações ao Oscar (1994), vencendo na categoria de Melhor Roteiro Original. Ganhou também a Palma de Ouro no Festival de Cannes.

Francamente eu nao compraria o DVD do filme, mas o CD da Trilha Sonora é obrigatorio.

por Cris Barros

Direção: Quentin Tarantino
Elenco: Uma Thurman, Bruce Wills, Samuel Jackson, John Travolta, Rosanna Arquete, Eric Stoltz, Christopher Walken, Harvey Keitel, outros .

Genero: Policial, violento, apologia as drogas
Duração: 154 min, colorido, EUA

Sound track:
# “Pumpkin and Honey Bunny”
# “Royale with Cheese” (Quentin Tarantino) – 1:42
# “Jungle Boogie” (Ronald Bell and Kool & the Gang) – 3:05
# “Let’s Stay Together” (Al Green, Al Jackson, Jr. and Willie Mitchell) – 3:15
# “Bustin’ Surfboards” (Gerald, Jesse and Norman Sanders and Leonard Delaney) – 2:26
# “Lonesome Town” (Baker Knight) – 2:13
# “Son of a Preacher Man” (John Hurley and Ronnie Wilkins) – 2:25
# “Zed’s Dead, Baby” (dialogue)/”Bullwinkle Part II” (Quentin Tarantino/Dennis Rose and Ernest Furrow) – 2:39
# “Jackrabbit Slim’s Twist Contest” (dialogue)/”You Never Can Tell” (Quentin Tarantino/Chuck Berry) – 3:12
# “Girl, You’ll Be a Woman Soon” (Neil Diamond) – 3:09
# “If Love Is a Red Dress (Hang Me in Rags)” (Maria McKee) – 4:55
# “Bring Out the Gimp” (dialogue)/”Comanche” (Quentin Tarantino/The Revels) – 2:10
# “Flowers on the Wall” (Lewis C. Dewitt) – 2:23
# “Personality Goes a Long Way” (Quentin Tarantino) – 1:00
# “Surf Rider” (Bob Bogle, Nole Edwards, Don Wilson) – 3:18
# “Ezekiel 25:17” (Quentin Tarantino) – 0:51

Filme e Seriado: Os Thunderbirds (2004)

birdsOS THUNDERBIRDSO FILME

Em 2.004 William Osborne e Michael McCullers fizeram uma adaptação para o cinema sob a direção de Jonathan Frakes. Outras alterações foram feitas para que Thunderbird se aproximasse das tecnologias atuais.

O problema é que certos tipos de seriados como esse, dc comis, desenhos, sao dificieis de serem transformados em filmes com pessoas porque eles possuem caracteristicas tao proprias ou marcantes que é simplesmente impossivel um ator interpreta las. Eles perdem aquele tal do elan que faz a diferença.

Resultado do filme é uma estorinha infantil, com imagens bonitas, mas para publico infantil. Nem é possivel indica – lo para o publico juvenil. Tanto que recente ele foi exibido num dos canais de tv a cabo para crianças.

Direção: Jonathan Frakes. Figurino: Marit Allen. Elenco: Bill Paxton (Jeff Tracy), Brady Corbet (Alan Tracy), Dominic Colenso (Virgil Tracy), Ben Torgensen (Gordon Tracy), Lex Shrapnel (John Tracy), Philip Winchester (Scott Tracy), Sophia Myles (Lady Penelope), Ron Cook (Parker). Genero: aventura, 87 min. colorido, EUA

Os Thunderbirds – O Seriado

Criado em 1965, o seriado apesar de ser para publico infantil, tinha mais coisas para adultos. Um cult total, todos os personagens eram marionetes com exagero facial, roupass e make ups de época. As estorias sempre envolviam a familia Tracy em missões secretas e seus arsenais para combater o inimigo – logicamente que tudo era disfarçado atraves das rotinas domésticas que nao levantassem suspeitas.

A pesar da maioria dos bonecos serem masculinos, liderados pelo milionário Jeff Tracy, havia sempre a presença de Lady Penelope, a agente de Londres, com seu mordomo e motorista Parker (um ex-ladrão que de vez em quando voltava às velhas práticas), a bordo de um incrível Rolls-Royce rosa de 6 rodas.

As marionetes dos principais personagem tiveram os rostos modelados com base nos artistas famosos da época: Jeff Tracy recebeu os traços de Lorne Greene, conhecido por Bonanza. Alan, Robert Reed; Scott, Sean Connery e John, um misto do cantor Adam Faith e do astro Charlton Heston

Sem entrar na coisa da discussão de ser feminismo; feministas ou parecidas, ate mesmo neste seriado a participação das mulheres é em menor escala, como sempre a mais fatal de todas confronta diretamente com os homens que é a personagem da Penelope, agente secreta.

Episodios:
Trapped in the Sky (Armadilha no céu)
Pit of Peril (Cratera do perigo)
City of Fire (Cidade em chamas)
Sun Probe (Sonda Solar)
The Uninvited (Os intrusos)
The Mighty Atom (O Átomo poderoso)
Vault of Death (O vale da morte)
Operation Crash Dive (Desastre no Atlântico)
Move and You’re Dead (Mova-se e você está morto)
Martian Invasion (A invasão marciana)
Brink of Disaster (A beira do desastre)
The Perils of Penelope (Penélope em perigo)
Terror in New York City (Terror na cidade de Nova York)
End of Road (Fim da estrada)
Day of Disaster (Um dia de desastre)
The Edge of Impact (No limite do impacto)
Desperate Intruder (Intruso em desespero)
30 Minutes After Noon (30 minutos após o meio dia)
The Imposters (Os impostores)
The Man from MI5 (O homem do MI 5)
Cry Wolf (O grito do lobo)
Danger at Ocean Deep (Mistério em alto mar)
The Duchess Assignment (O acordo da duquesa)
Attack of the Aligators (O ataque dos jacarés)
The Cham Cham (O Cham Cham)
Security Hazard (Uma falha na segurança)
Atlantic Inferno (Inferno sobre o mar)
Path of Destruction (A caminho da destruição)
Alias Mr Hackenbacker (Ordem de acabar com Mr Hackenbacker)
Lord Parker’s ‘Oliday (As férias de Lord Parker)
Ricochet (Ricochet)
Give or Take a Million

Com tudo isso, o chame das marionetes continua insuperável. Existe box com os episodios do seriado Thunderbirds, que recomendo para deveteca.

cris barros

Mandando Bala (Shoot ‘Em Up. 2007)

shoot-em-up-carrotA primeira vez que assisti Clive Owen foi atuando foi no sensivel filme “As rosas sao vermelhas, as violetas são azuis” que apesar de ser catalogado como comédia, ele aborda muito mais o lado humano que comedia.. Me apaixonei pelo cara.
Tempos depois, ele aparece um comercial, de uma marca X de carro como motorista da Madona.
Apresentação curtissima, porem marcante.
Aos poucos ele foi crescendo no cinema, despontando em filmes, e atualmente desaba num monte de produções.

O problema é que a imagem dele como ator esta se tornando um perfil de justiceiro, vingador, heroico, imbativel. Nao tem mudado. A cada filme novo, parece que é sempre a mesma coisa.Isso é pessimo. Ele tem potencial para todo tipo de papel. Nao justifica ficar so nestes.

No filme Mandando Bala nao é diferente. Alem de ser louco por cenouras – passa o filme inteiro consumindo duzias delas, poderia escrever 15, 20, 30 linhas so repetindo: bang, bang, bang, pow, soc, ratatatatatat e mais bang bang bang bang bang bang bang bang bang bang bang bang bang bang, bang bang bang bang bang bang bang bang.

O filme praticamente vai ficar nisso.
Envolver um bebe que deve ser assassinado, de ter a belissima Monica Bellucci e uma transa entre eles de deixarem homens e mulheres suspirando entre desejo e bizarrice, o resto é tudo igual.
A forma como o ele defende o Bebe dos assassinos, Matriz torna – se fichinha de tantos absurdos.
Enfim o bom é que o bebe sai ileso, sem uma assadura (apesar de usar jornal como fraldas) e todos ficam felizes no final.

Direção e Roteiro: Michel Davis
Genero: Ação, cenas de sexo, tortura, muita violencia
Duração: 88 min, EUA, colorido
Elenco: Com Clive Owen, Paul Giamatti, Monica Bellucci, outros

Antes que o diabo saiba que você está morto (Before the Devil Knows You’re Dead. 2007)

diabosalaAndy (Philiph Seymour) é um alto executivo de uma incorporadora onde tambem trabalha o irmão Hank (Ethan Hawke) numa função menor. Manipulando documentos, Andy frauda a empresa sem que ninguem nem mesmo o irmão. O dinheiro desviado é gasto principalmente para sustentar o vicio em heroina.

Tempos depois, o conselho da empresa resolve fazer uma auditoria interna e Andy entra em desespero porque vão descobrir os roubos que ele cometeu. De onde ele vai tirar dinheiro para cobrir o rombo?

Simples: assaltando a joalheria da familia, a loja “Family Jewelrs”. Como ele é um covarde, ele conta para o irmão Hank o que fez e pior: praticamente obriga – o a simular o assalto na joalheria. Com a venda do roubo , tudo estaria resolvido. Em panico Hank, fará tudo pelo irmão, incluvise tem um caso com Gina (Marisa Tomey) a mulher de Andy.

Porem, tudo dá errado:
Hank resolve pedir ajuda dum amigo para realizar esse assalto.
Comete o primeiro erro ao ir buscar o comparsa na casa dele e ser visto pela mulher do cara. Acontece o segundo erro: enquanto Hank espera no carro, o comparsa entra na loja e realiza o assalto, mas nao contava que a dona da loja (e mãe de Hank) fosse reagir: ha uma troca de tiros, o assaltante morre e ela é ferida mortalmente.
Enquanto isso, o irmao da moça que ficou viuva (do assalto) resolve chantagear os irmaos para manter o bico calado sobre o assalto.

Mas Andy, no entanto, comete o maior erro de todos: antecipado ao resultado do assalto vai a um ourives negociar os produtos do roubo e deixa um cartão pessoal para firmar o acordo.

Charles (Albert Finney) que nao desconfia de toda essa tramoia, pai de ambos , fica sabendo do assalto, da situação da esposa entre a vida e morte e pressão do filho Andy para tomarem medidas imediatas – que é desligar os aparelhos q mantem a mae viva (talves para agilizar o seguro). Charles entra em despesro. Concorda em desligar os aparelhos, mas resolve investigar o assalto.
Nas buscas pela solução do crime, o pai chega ao filho Andy atraves daquele cartão encontrado com o ourives.

O final é incrivel, a atitude do pai é surpreendente. Fica a duvida do que será de Hank. Cada um escolhe as probabilidades.

O que detestei no filme, e que ja virou rotina é a eterna mania de dizer que o Brasil é a solução para todo mundo que burla a lei. Esse dialogo acontece logo apos a primeira cena do filme que é uma transa entre Andy e a Gina .

Apesar de elogiado por muitos, de um elenco excelente, nao seria minha preferencia na locação.

Direção: Sidney Lumet,
produção: EUA / Reino Unido
Elenco: Philip Seymour Hoffman, Ethan Hawke, Albert Finney, Marisa Tomei
Genero: Suspense, drogas
Colorido, duração: 117 min