Quando Você Viu seu Pai pela Última Vez? (And When Did You Last See Your Father?. 2007)

quando-voce-viu-seu-pai-pela-ultima-vez_2007O filme é baseado numa história real. Como só isso não bastasse, é o personagem principal, o escritor Blake Morrison, quem nos conduz nessa viagem por algo que lhe era muito doloroso: o relacionamento com o pai. Mais do que um conflito familiar é um filho ainda sedento por amor e respeito pelo próprio pai. Quem assina o Roteiro é David Nicholls, autor do livro “Um Dia“. Ele conseguiu ser a ponte para que o Diretor Anand Tucker não ficasse apenas num drama pessoal, até porque deu ao asas ao ator Colin Firth para que não caísse na mesmice de um personagem já comum em sua carreira. Era o meu receio antes de ver o filme de o terem escolhido pelo estereótipo. Mas ele soube dar voos incríveis fazendo do seu Blake único. Comprovando que Colin Firth é um excelente ator!

when-did-you-last-see-your-father_cartazReviver antigos fantasmas foi o que o destino aprontou para Blake. Mas de um jeito que criou uma ponte para chegar ao coração do pai. Com isso, esses sentimentos puderam fluir sem mais barreiras. Mas ainda teria tempo de fazer as pazes com o pai, e até consigo próprio? Porque esse reencontro se deu por conta de um câncer devastador que estava levando Arthur Morrison. Vivido pelo ator Jim Broadbent, numa performance também excelente!

Pai e Filho de temperamentos tão opostos têm a chance de passarem esse relacionamento a limpo no leito de morte de um deles. Mas essa busca fica muito mais por Blake, até porque no passado fora Arthur quem tentou uma aproximação. Mesmo que tenha sido de um jeito tosco. Mas na cabeça do então jovem Blake já se acumulava tantos traumas que rejeitou, além de também criar muralhas nessa relação.

Quando se é muito jovem o que os olhos veem, o coração pressente. Só não se tem discernimento bastante para entender a real situação. Ou mesmo uma vivência que o faria perceber. Mas aí corre-se o risco de sofrer mais porque teria comparações. Muita das vezes uma terapia é que pode mostrar que nunca o teria como desejava. Como também que por mais que não aceitasse há uma herança genética ligando-os. Que dessa outra pessoa por mais que menosprezasse há algum traço em comum. Seria tão mais leve para muitos desses filhos que sofrem por essa rejeição, se desde cedo não se importasse muito com isso. Que pudessem crescer desencanados, ou que não pesassem tanto tal fato ao longo da sua jornada chamada vida.

Quando Você Viu seu Pai pela Última Vez?” veio como um exorcismo a uma tristeza de anos para então o já adulto Blake. No decorrer do filme o personagem também terá a fase em criança – vivida pelo ator Bradley Johnson -, quando sente que a mãe, Kim (Juliet Stevenson), também guarda um segredo do relacionamento dela com o marido. Na adolescência quem o interpreta é o ator Matthew Beard. Blake então cada vez mais tímido e intimidado pela personalidade do pai. De um caráter duvidoso que ia aumentando ainda mais os pesos para esse jim-broadbent_e_colin-firth_quando-voce-viu-seu-pai-pela-ultima-vezjovem.

Assim eram as coisas com meu pai. Trapaças insignificantes, pequenas fraudes. Minha infância foi uma teia de pequenas fraudes e triunfos. Estacionar onde não se devia. Beber depois do horário permitido. Os prazeres da ilegalidade. Ele ficava perdido se não conseguisse trapacear um pouco.”

O tão terrível pai de Blake – grande interpretação de Jim Broadbent que ganha maquiagem para o envelhecimento – é tão carismático que faz com que os fantasmas de Blake foram carregados na tinta e por ele próprio. Claro que ele teve motivos até para o distanciamento tido até então do pai. Mesmo extrovertido, no fundo Arthur também se ressentia do seu próprio passado. Só que sabia mascarar seus segredos, diferente de Blake.

O título do filme “And When Did You Last See Your Father?” veio para mostrar que conflitos como esse podem ir passando de uma geração para a outra até que alguém se toque e rompa esse ciclo. Mesmo que um pouco tarde demais para a então relação, mas a tempo de seguir livre desse passado e sem cometer os mesmos erros com as próximas gerações.

Bem, cada um sabe da dor que carrega, e se quer exteriorizá-la ou não. Blake um escritor de talento, e que só não tinha o reconhecimento pelo próprio pai, resolve colocar tudo isso em palavras escritas. Contar todo o drama vivido lhe fora salutar. Até em descobrir que recebera de herança paterna o de ser original. Ser o que é!

Além das performances, da Direção num timing perfeito com o Roteiro, a Trilha Sonora vem como coadjuvante de peso. É um filme que emociona até a cena final. Mais do que doer na alma, lava a alma. Simplesmente perfeito! Nota 10.

Por: Valéria Miguez (LELLA).

Quando Você Viu seu Pai pela Última Vez? (And When Did You Last See Your Father?. 2008). Reino Unido. Direção: Anand Tucker. Roteiro: David Nicholls. +Elenco. Gênero: Biografia, Drama. Duração: 92 minutos. Baseado em livro homônimo de Blake Morrison.

Anúncios

Amantes (Two Lovers. 2008)

amantes_filme2008Que não seja imortal, posto que é chama
Mas que seja infinito enquanto dure
.” (Vinicius de Moraes)

Um filme que fala de amores, paixões, relacionamentos… onde a preocupação maior seria vivenciar o presente trouxe uma com o futuro. E de um jeito que me fez pensar nos ideais nazistas. Que mesmo com o Holocausto… vemos que os judeus ainda mantém. Refiro-me aos exames para saber se os prometidos irão gerar uma prole sem enfermidades. No teste do jovem Leonard (Joaquin Phoenix) dera positivo. Com isso a noiva o deixou. Ela queria ter filhos.

Leonard é Bipolar. Não sei se por conta disso que era filho único. Em todo caso, seus pais o amavam. Quem faz a sua mãe é a sempre bela Isabella Rossellini. Como doenças não é a minha praia fui ler um pouquinho sobre Transtorno Bipolar. Dai vi que há sim medicação. Mas não sei se foi a deixa para introduzirem um merchan de uma das indústrias farmacêuticas de modo não abusivo. Ainda com o Bipolar: sendo mostrado num filme irá ajudar a outros que também têm.

O filme começa com um surto dele, no lado depressivo… Refeito, encontra-se nesse mesmo dia alguém que se interessou por ele. Ela é Sandra (Vinessa Shaw). Também judia. E que mesmo ciente do problema dele, quer ficar com ele.

Depois Leonard conhece a nova vizinha Michelle (Gwyneth Paltrow). Ela estava no corredor do prédio, ao fundo se ouve os gritos possessos de seu pai. Leonard a convida para entrar… Na conversa, ela fica admirada dele ainda morar com os pais.

Para Michelle, Leonard não contou. Somente para a Sandra. Dai vem outra reflexão: o homem se mostra mais forte para alguém com que se apaixona de imediato? Àquela que lhe pareceu ser uma doce amizade pode então se despir das armaduras? Michelle fez o mesmo com ele, mas ele nem se tocou.

Michelle é amante de um cara rico. Esse, confidencia a Leonard, que a ama, mas não larga a família para ficar com ela, porque ela tem um pai com doença mental. É! Leonard conhece bem lances desse tipo.

Então, Michelle e Leonard terão que tomar uma grande decisão. Continuam ou não com a vida que estão levando.

O filme é bom! Há momentos tristes, outros alegres. Todos estão atuando em uníssono. Mas não me deixou vontade de rever.

Por: Valéria Miguez (LELLA).

Amantes (Two Lovers). 2008. EUA. Direção: James Gray. Elenco. Gênero: Drama, Romance. Duração: 110 minutos.